Divulgação
Divulgação

Ringo Starr faz 75 anos e pede paz e amor para comemorar a data

Baterista dos Beatles, que fez show em fevereiro no Brasil, celebra seu aniversário com seus fãs nas redes sociais; veja vídeos

O Estado de S. paulo

07 Julho 2015 | 14h34

“Ninguém vai acreditar, mas ele era o Beatle mais influente e sempre foi muito gentil. Ele realmente acreditava em paz e amor.” Yoko Ono, a viúva de John Lennon, deu essa declaração sobre Ringo Starr em abril, quando o músico entrou para o Rock And Roll Hall da Fama pela carreira solo.

Pela segunda vez, Ringo passou a integrar o Hall da Fama, a primeira foi com os Beatles, em 1989, e agora ele faz parte do seleto grupo dos que receberam duas vezes essa homenagem.

Nesta terça-feira, dia 7 de julho, quando completa 75 anos, o único presente que Ringo quer é mais paz e amor. 

Como nos últimos oito anos, para comemorar seu aniversário, o cantor, compositor e ator convida os fãs a usar as redes sociais para fazer o símbolo da paz e a dizer as palavras “paz e amor” ao meio-dia, de acordo com seus fusos horários.

É possível compartilhar online pela hashtag #PeaceandLove. 

Ringo Starr, que já se apresentou três vezes no Brasil, em 2011, 2013 e, em fevereiro de 2015, lançou em março Postcards From Paradise, disco em que ele canta, toca bateria, teclado e guitarra, e foi gravado em seu estúdio em Los Angeles, acompanhado de sua banda All Starr Band.

Ringo já lançou outros quatro álbuns desde 2005 – Choose Love (2005), Liverpool 8 (2008), Y Not (2010) e Ringo 2012 (2012) – e em setembro chega às livrarias seu livro de fotos e recordações.

Nos Beatles, foi intérprete de músicas, hoje clássicos, como With a Little Help from My Friends e Yellow Submarine, coautor de What Goes On e compôs Don’t Pass Me By e Octopus’s Garden, escrita sob o seu nome verdadeiro, Richard Starkey.

 


Mais conteúdo sobre:
músicaRingo Starr

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.