Mônica Bento/AE
Mônica Bento/AE

Rihanna abre turnê brasileira com show quente em SP

Cantora não economizou nas insinuações sensuais para conquistar o público

estadão.com.br,

18 de setembro de 2011 | 14h15

SÃO PAULO - Com uma hora de atraso, a cantora Rihanna subiu no sábado, 17, ao palco da Arena Anhembi para o seu primeiro show no Brasil. Sem trocar o figurino justo nenhuma vez, a carismática popstar de Barbados não economizou nas insinuações sensuais para conquistar o público, formado por jovens e adolescentes.

 

Com apenas 23 anos, Rihanna é hoje um dos principais nomes do pop. Em seu álbum mais recente, ‘Loud’ (2010), a cantora brinca com temas polêmicos como sadomasoquismo, em ‘S&M’. No clipe, ela ainda provoca a imprensa, colocando coleiras em jornalistas. Apresentada na primeira parte do show, a música foi uma das mais bem recebidas pelos fãs em São Paulo, com direito a uma performance provocante entre Rihanna e seus dançarinos.

 

Mesmo sem falar muito com o público, a popstar não deixa nenhum hit de fora – desde os recentes ‘Only Girl (In The World)’ e ‘What’s My Name’ a ‘Please Don’t Stop the Music’, de 2007. Antes de ‘Cheers’, simulou que estava tomando uma dose de tequila, emendando com um ‘salud!’, em espanhol. No bloco das baladas, ‘California King Bed’ e ‘Hate That I Love You’, tocadas exaustivamente nas rádios brasileiras, foram cantadas em coro.

 

No final, ‘Umbrella’ e uma chuva de papel picado dão um tom épico à apresentação. "Esta foi minha primeira vez no Brasil, e eu espero vê-los de novo", disse Rihanna, que ainda passa por Belo Horizonte, Brasília e pelo Rock In Rio. E a resposta do público foi dada nos telões: dezenas de fãs levantavam faixas com declarações de amor à cantora. O bis, porém, não veio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.