Ricky Martin: polêmicas declarações sobre sexo

O cantor porto-riquenho Ricky Martin defendeu hoje a reputação da fundação beneficente que leva seu nome do impacto causado por suas declarações publicadas em Porto Rico, em que revela detalhes de sua vida sexual.Suas declarações provocaram reações negativas em Porto Rico, onde líderes conservadores pediram ao cantor para renunciar a sua fundação, que oferece ajuda educativa, de saúde e justiça social a crianças de todo o mundo.A revista norte-americana Blender publicou um artigo em que o cantor declarava ter entre suas preferências sexuais o "golden shower", que significa o ato de urinar em outra pessoa durante a relação sexual, entre outras intimidades.O texto foi publicado em um jornal porto-riquenho, junto com fotos que mostravam Martin em traje de banho ao lado de um amigo, em uma praia do Caribe.O cantor, que sempre havia evitado falar publicamente sobre sua vida íntima assume a responsabilidade por suas declarações feitas á revista e afirma que sua preocupação é evitar que o impacto afetem a Fundação Ricky Martin, que realiza esforços a nível mundial para proteger crianças da prostituição infantil."O desejo de colocar as coisas em sua justa perspectiva, digo que o momento de conceder entrevistas jamais passou por minha cabeça que minhas expressões pudessem levar-nos a uma discussão pública absurda que chegue ao sensacionalismo", disse o artista em um comunicado. Acrescentou que é responsável por suas declarações e se definiu como "um homem de 34 anos, que todos os dias aprende e evolui. Apesar de meu nome ser Ricky Martin e minha vida um livro de especulações e conjecturas, lembrem que antes de tudo sou um filho, um irmão, um tio, um amigo e um porto-riquenho"."Sobre minha carreira e minha vida não posso evitar que especulem, mas não posso permitir que amparados em minha condição de figura pública sejam afetados aqueles por quem trabalhamos na fundação. Os menores com quem estamos comprometidos não podem ser penalizados", disse.Helga García, representante de relações públicas de Ricky Martin em Porto Rico, disse à EFE que até o momento a Fundação não se viu afetada diretamente pela comoção causada na ilha pela publicação das declarações do astro porto-riquenho de renome internacional.Segundo García, Martin enviou a carta para "deixar claro que uma coisa é o artista, sua música e como maneja sua carreira e outra, totalmente diferente, é o objetivo da Fundação".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.