Divulgação
Divulgação

Richie Sambora, ex-guitarrista da banda Bon Jovi, completa 56 anos

Após 30 anos de carreira no grupo, e mais de 130 milhões de álbuns vendidos, músico segue agora em carreira solo; veja vídeos

O Estado de S. Paulo

11 Julho 2015 | 10h00

Ele toca guitarra, violão, bandolim, baixo, bateria, saxofone, trompete, piano e acordeom e esteve durante 30 anos no mesmo grupo, que já vendeu mais de 130 milhões de álbuns em todo o mundo.

Mas esse currículo invejável não serve de consolo para os milhões de fãs que sofreram com a saída de Richie Sambora, até 2013 o principal guitarrista da banda Bon Jovi.Nascido em New Jersey, Richard “Richie” Stephen Sambora completa 56 anos neste sábado, dia 11 de julho. 

As suas divergências com Jon Bon Jovi vieram a público em abril de 2013, quando foi anunciado que Sambora não acompanharia a banda na turnê Because We Can

E em novembro do ano passado, o guitarrista comunicou oficialmente a sua saída da banda, explicando que queria ficar mais tempo com a família. “Foi uma decisão impopular com os fãs e com a banda, mas há vezes em que um homem tem que fazê-lo por sua família. Com certeza, não se tratou de dinheiro. É algo que precisava fazer por minha família e por mim mesmo. Preciso ficar em casa. Acho que as pessoas não entendem o que isso significa. Eu perdi uma boa parte da vida da minha filha (Ava).” Ava Elizabeth Sambora tem hoje 17 anos e Richie compôs uma música instrumental para ela, Ava’s Eyes.

Sambora já lançou três álbuns solos e coescreveu os maiores sucessos do Bon Jovi, incluindo Livin’ On A Prayer, You Give Love a Bad Name e Wanted Dead Or Alive. “Por muito tempo, fui considerado um ajudante de Jon Bon Jovi, ou algo do tipo. Hey, eu também construí essa banda.”

Enquanto prepara um novo álbum com a guitarrista australiana Orianthi, o guitarrista se revolta com o fato de sua antiga banda estar excursionando sem ele e declara: “Sem mim, não é a banda de verdade”. “Se você vai comprar Coca-Cola, você quer a original”, alfinetou Sambora. “Jon Bon Jovi tem uma mentalidade diferente. Eu sei que Mick Jagger não sairia em turnê sem Keith Richards e chamaria a banda de Rolling Stones.”

E disse mais: “Só em uns três discos houve química real entre Jon e eu. Não estava mais sendo divertido. Quando pude escolher entre o dinheiro e a felicidade, não tive dúvidas. Já ganhei o suficiente. Hoje, nem sei realmente o que está acontecendo com a banda. Tenho certeza que arrumaram um bom substituto para mim. Mas será que um músico de estúdio é o suficiente para substituir Keith Richards nos Rolling Stones?”, indagou.

No fim de 2014, Jon Bon Jovi confirmou que Richie Sambora não fazia mais parte da sua banda. “Ele saiu. Se foi. Sem ressentimentos. Fazer parte de uma banda não é como ser sentenciado à prisão perpétua”, disse o vocalista ao site Showbiz411.com. Richie foi substituído pelo canadense Phil X, que já havia ocupado o posto em ausências anteriores do guitarrista.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.