Revista "Rolling Stone" muda perfil

A revista que marcou o período da contracultura americana vai mudar. A Rolling Stone nomeou na quarta-feira um novo editor-administrativo, o britânico Ed Needham, formado no contexto das revistas contemporâneas masculinas inglesas. A indicação sinaliza o fim da história da Rolling Stone como uma publicação de narrativas épicas e de jornalismo literário.O dono da revista, Jann Wenner, acredita que os leitores jovens têm pouca paciência para longas matérias. "Na época em que a Rolling Stone publicava matérias com sete mil palavras não havia CNN nem Internet." Ele diz que, hoje, textos longos já não são requisito para se ficar bem informado.O novo editor-administrativo da Rolling Stone vem da revista britânica FHM (For Him Magazine), cuja versão americana tem uma tiragem respeitável de mais de um milhão de exemplares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.