Revista Rolling Stone anuncia reforma gráfica para vender mais

A revista Rolling Stone anunciou nasegunda-feira uma reforma gráfica que incluirá a adoção de umformato menor e mais convencional, na esperança de assimaumentar as vendas em bancas. Há mais de 30 anos essa publicação pop dos EUA secaracteriza por seu formato maior que o habitual. A mudançacomeçará na edição que chega às bancas em 17 de outubro. "Sinto que era um passo natural", disse o editor-gerenteWill Dana. "É sempre excitante chacoalhar um pouco as coisas,crescer e fazer as coisas de um jeito diferente." A editora Wenner, que publica a Rolling Stone, disse que acirculação da revista, 1,5 milhão de exemplares/mês, nunca foitão boa, embora dependa dos assinantes -- no primeiro semestre,foram 115.644 exemplares vendidos nas bancas, contra 142.062 noúltimo semestre de 2007. Dana disse que as revistas como um todo têm dificuldadesnas bancas. "Esse declínio espelha bastante onde estamos comrelação aos nossos competidores." A editora espera que o novo formato ajude as vendas porquehá sinais de que o tamanho atual dificulta a exibição darevista nas bancas. A Rolling Stone surgiu em 1967 em San Francisco, e sededica principalmente a cobrir música e cultura pop. Artistasdo mundo inteiro sonham em ser capa da publicação, algo que jávirou inclusive tema de uma canção -- "The Cover of The RollingStone" ("A capa da Rolling Stone"), da banda Dr. Hook & theMedicine Show. (Por Alex Dobuzinskis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.