Renato Braz lança seu disco "Quixote"

Renato Braz, o cantor que venceu a 5.ª edição do Prêmio Visa, este ano, lança na segunda-feira seu quarto CD, Quixote. O disco sai pela gravadora Eldorado, organizadora do prêmio junto com o cartão de crédito Visa. Por ter vencido o prêmio, ele levou R$ 100 mil e uma viagem à Itália, Renato Braz ganhou também a gravação de um CD. É exatamente este disco que ele lança em São Paulo na próxima semana. Quixote vai ser apresentado em um show do cantor no Tom Brasil, na segunda. O Rio de Janeiro também vai ver o show, no dia 4 de dezembro, no Teatro Clara Nunes, na Gávea. Quixote foi o pseudônimo com o qual Renato Braz se inscreveu no Prêmio Visa. O repertório do CD é bem coerente com o que ele apresentou durante as etapas do prêmio. Tristeza do Jeca, Desenredo e Onde Está Você, que ele cantou no dia da final, estão no disco. A gravação desta última conta com a participação da cantora que primeiro a consagrou, Alaíde Costa.Outras parcerias importantes marcam o CD. Chico César canta com Renato a música Vida da Semana, do baiano Riachão. Dori Caymmi e Laércio de Freitas são responsáveis pelos arranjos de corda de Quixote. E, nos coros de algumas canções, os mais atentos vão identificar as vozes de duas irmãs de Chico Buarque, Cristina e Piii. O cheiro da boa MPB do passado se confirma em Quixote quando se nota o resto do repertório. Estão lá Disparada, de Theo de Barros e Geraldo Vandré, com que Jair Rodrigues ganhou um Festival da Record nos anos 60 e o Canto das Três Raças, de Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte, música que ficou imortal na voz de Clara Nunes. Além delas, também merecem destaque no quarto disco de Renato Braz O Velho Francisco, de Chico Buarque, Todo Menino é Um Rei, de Nelson Rufino e Zé Luiz, Canção Para Ninar um Neguim, inédita de Zeca Baleiro, e Amiga, de Tim Maia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.