Red Hot Chili Peppers anuncia 'férias' temporárias

Em entrevista, vocalista da banda, Anthony Kiedis, afirma que grupo está 'dissolvido por enquanto'

Efe,

22 de maio de 2008 | 17h38

Anthony Kiedis, vocalista do grupo norte-americano Red Hot Chili Peppers, afirmou que a banda está "dissolvida por enquanto" e que seus membros decidiram tirar "umas férias".   Em declarações à publicação especializada Rolling Stone, recolhidas nesta quinta-feira, 22, pela imprensa americana, Kiedis apontou para o "cansaço emocional e mental" após a publicação do álbum duplo Stadium Arcadium e sua posterior turnê, que se transformou em um "longo e esgotado percurso".   "Realmente não paramos até que acabou a viagem no ano passado", comentou Kiedis, que explicou que nesse momento os integrantes do grupo decidiram não fazer nada relacionado aos Peppers "durante pelo menos um ano". "Só queremos viver, respirar, comer e aprender coisas novas".   Aparentemente, a decisão chegou no momento mais adequado. "Eu estava a ponto de ter um novo filho. Flea (baixo) está muito inspirado (...) e quer aprender novo material. John (guitarrista) está metido em projetos solo e Chade (bateria) se uniu a uma banda de jazz e foi ao Japão", explicou Kiedis.   O vocalista afirmou que atualmente passa seu tempo livre "em casa, fazendo coisas com meu filho e aprendendo a surfar", mas adverte de que já começa a sentir certo formigamento para voltar ao trabalho. "Estaria bem começar a pensar em canções e peças de música, mas só peças", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Red Hot Chili Peppers

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.