Recurso de Gary Glitter será julgado em 15 de junho

A Corte Suprema Popular de Ho Chi Minh (antiga Saigon) fará uma audiência no dia 15 de junho para examinar o recurso do roqueiro britânico Gary Glitter contra sua condenação a três anos de prisão por abusar sexualmente de duas menores, informou nesta terça-feira seu advogado.No dia 3 de março, o tribunal da província de Ba Ria-Vung Tau condenou Glitter, de 62 anos, à pena mínima. No julgamento testemunharam duas meninas vietnamitas de 11 e 12 anos. Elas disseram que foram beijadas e tocadas por Glitter, no apartamento dele em Vung Tau, 50 quilômetros a leste de Ho Chi Minh.Os problemas de Glitter com a justiça começaram em 1997, quando ele foi detido e dois anos depois condenado a quatro meses de prisão por posse de pornografia infantil. No seu computador foram encontradas 4 mil fotos de menores entre 3 e 10 anos de idade.Depois de cumprir metade da condenação, Glitter saiu do Reino Unido e desde então viveu em Cuba, Camboja e Vietnã. Em 2002, foi expulso pelas autoridades cambojanas, devido a seu passado pedófilo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.