Recuperado, Jorge Aragão faz show em SP

O cantor e compositor Jorge Aragãofaz amanhã, em São Paulo, show de lançamento de seu CD/DVDJorge Aragão ao Vivo Convida. Em única apresentação noOlympia, o sambista traz pela primeira vez aos paulistanos orepertório do 15º álbum de sua carreira, lançado em setembro. Echega à capital quase 20 quilos mais magro, em conseqüência deuma cirurgia pela qual passou no fim do ano passado. Nela,recebeu três pontes de safena e uma mamária.No dia seguinte à operação, Aragão conta que já estavatão bem que caminhou pelo corredor do hospital. "Emagreci porcausa da cirurgia e do regime obrigatório: eu como de tudo, masagora é uma coisa ou outra", diz. Atualmente, dois assuntosestão na ordem do dia para o instrumentista: dietas e samba.Talvez, mais o segundo do que o primeiro.Retomada a rotina, Jorge Aragão já tem agendada a suaturnê nacional (que inclui ainda Rio e cidades do Nordeste) e ainternacional (na qual estão previstas passagens pelos EstadosUnidos e Europa). A base dos shows serão mesmo as canções deJorge Aragão ao Vivo Convida. Canções que são bem conhecidasdo público, já que estamos falando de um disco com regravaçõesde antigos sucessos.A exemplo do que faz no CD, o sambista abrirá oespetáculo levando no cavaquinho a Ária Cantilena nº 1 dasBachianas Brasileiras nº 5, de Heitor Villa-Lobos. Entre as 23músicas seguintes, estão previstas interpretações de Coisa dePele (Jorge Aragão/Acir Marques), Não Sou Mais Disso(Aragão/Zeca Pagodinho), Lucidez (Aragão/Cleber Augusto),Alvará (Aragão), Feitio de Oração (PaulinhoCarvalho/Paulo Onça) e outras. Para o sambista, algumas delassão obrigatórias, como Malandro (Aragão/ Jotabe) e DoFundo do Nosso Quintal (Aragão/Alberto Souza). "Não possomudar muito meu repertório de show, acabo tocando aquilo que opúblico canta comigo", comenta ele, seguindo ao pé da letra ovelho ditado "em time que está ganhando não se mexe". "Colocoaquelas canções que, se não estiverem no show, as pessoas vãoreclamar."Enquanto no novo CD o compositor reúne a nata do samba eda MPB, amigos de longa data, no palco do Olympia os encontrosnão devem se repetir. Pelo menos, nenhuma presença especial estáconfirmada, apesar dos esforços de sua gravadora Indie Records.O principal empecilho são os desencontros nas agendas. Noprojeto Jorge Aragão ao Vivo Convida, ele conseguiuparticipações de nomes como Beth Carvalho, Alcione, Leci Brandão, Emílio Santiago, Zeca Pagodinho e Martinho da Vila. "Gosto decantar com meus amigos no palco e fiz isso no disco. Mais do queisso é abuso", afirma ele.O CD Jorge Aragão ao Vivo Convida é o terceiro - econsecutivo - trabalho ao vivo do sambista. Originalmente, seriaapenas lançado no formato DVD. O bom resultado, entretanto,estimulou a gravadora a criar também o CD homônimo. Na época dolançamento, Aragão admitiu que, no início, ficou sem graça emparticipar de mais um disco ao vivo, pois o público já tinhaouvido todas aquelas composições. "Mas me convenceram a fazê-lo, já que eu nunca havia cantado Enredo do Meu Samba comAlcione, Do Fundo do Nosso Quintal com Leci Brandão e assimvai", disse, na ocasião, o compositor.As apostas da gravadora deram certo: em dezembro do anopassado, o DVD vendeu mais de 25 mil exemplares e o CD, mais de250 mil, rendendo a Aragão o disco de platina.Jorge Aragão. Amanhã, às 22 horas. R$ 30,00(pista) e R$ 70,00 (camarote). Olympia. Rua Clélia, 1.517, emSão Paulo, tel. (11) 3866-3000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.