Recomeça seleção do júri do julgamento de Jackson

Advogados dos dois lados do julgamento do cantor Michael Jackson por pedofilia enfrentam, a partir de hoje, a delicada tarefa de selecionar 20 jurados entre cerca de 250 pessoas que responderam a um extenso questionário de sete páginas. Depois de uma semana de recesso, a seleção do júri deve ser retomada hoje com os promotores e a defesa tentando diminuir esta lista para 12 pessoas que darão o veredicto, além dos oito reservas.O juiz do Condado de Santa Bárbara Rodney S. Melville divulgou, na semana passada, cópias dos questionários, que forneceram uma pista das questões em que os advogados se focalizariam. Os jurados potenciais tiveram de responder, entre outras perguntas, se haviam sido vítimas de abuso sexual, se poderiam julgar alguém de outra raça com justiça, e se haviam acompanhado o caso em que o cantor Michael Jackson foi acusado de abuso de menores em 1993. O questionário mostrou um júri formado por pessoas com grandes diferenças: as profissões variam de estudante para faxineiro, e as idades estão entre 18 e 80, com média de 46 anos, a mesma idade do cantor. Os potenciais jurados são predominantemente brancos, sendo um terço deles hispânicos, com apenas seis negros. Apenas 16 dos 242 disseram que não conseguiriam julgar alguém de outra raça com justiça. Sessenta e sete pessoas, ou mais de uma em quatro, disseram que conheciam alguém que conhecia Jackson ou que havia freqüentado o rancho dele. Poucos disseram que eles mesmos, ou algum parente próximo, haviam sido vítimas de "comportamento sexual inapropriado".O interrogatório dos potenciais jurados estava marcado para começar na segunda-feira a semana passada, mas foi adiado devido à morte da irmã do advogado de defesa de Jackson Thomas J. Mesereau. Os advogados de defesa provavelmente tentarão eliminar pais de crianças pequenas, que podem se comover com a questão do abuso sexual de menores. Especialistas na lei dizem que a seleção do júri, um processo que muitos advogados acreditam que pode determinar o resultado de um julgamento, pode ser especialmente crucial no caso de Jackson, devido à fama do cantor.O cantor pop, de 46 anos, responde a dez acusações, entre elas abusar de um paciente de câncer de 13 anos, oferecer-lhe bebidas alcoólicas e conspirar para mantê-lo preso em sua casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.