Rapper Snoop Dogg processa mulher por extorsão

O rapper Snoop Dogg está processando uma mulher e os advogados delas por extorsão, alegando que eles pediram US$5 milhões para manterem sigilo sobre um suposto ataque contra ela, de acordo com o processo.O processo, que está correndo na Corte Superior desde 10 de dezembro, diz que Snoop Dogg, cujo nome real é Calvin Broadus, não está envolvido no ataque que supostamente ocorreu em um show de 2003.A suspeita foi identificada como "Jane Doe", para manter sua privacidade, disse a assessora de Snoop Dogg, Meredith O´Sullivan. Ela também se recusou a dizer quem eram os advogados da mulher.O processo alega que a mulher e seus advogados ameaçaram contra detalhes da agressão a uma editora e à National Enquirer, se Snoop Dogg não pagasse os US$5 milhões. Nem Meredith ou o texto do processo detalhava a agressão. O cantor abriu o processo por danos morais e para impedir futuras ameaças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.