Reprodução
Reprodução

Rapper Silentó é preso acusado de matar o primo nos EUA

Ele ficou famoso em 2015 com o hit 'Watch Me (Whip/Nae Nae)' e já tinha problemas com a polícia

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2021 | 03h36

O rapper Silentó, cujo hit “Watch Me (Whip/Nae Nae)” foi um fenômeno viral em 2015, foi preso e acusado pela morte de seu primo ocorrida em 21 de janeiro, disseram as autoridades.

Silentó, cujo nome verdadeiro é Ricky Hawk, foi preso na segunda-feira, 1º, disse a polícia em DeKalb County, Geórgia, em um comunicado. Eles disseram que identificaram Hawk, 23, como o suspeito do tiro que matou Frederick Rooks, 34, em Decatur, Geórgia, cerca de 11 quilômetros a nordeste de Atlanta.

Os policiais atenderam a uma denúncia de tiros em um bairro residencial na seção Panthersville de Decatur na madrugada de 21 de janeiro, de acordo com um relatório policial. Os policiais encontraram a vítima, mais tarde identificada como Rooks, na rua. Ele foi baleado no rosto e na perna e sangrava muito, disse o relatório.

Quando os médicos de emergência chegaram, eles o declararam morto no local. Imagens obtidas de câmeras de várias casas na área capturaram pelo menos um tiro e mostraram carros fugindo do local, de acordo com o relatório.

Hawk foi acusado de assassinato. A polícia disse em seu depoimento que ainda está trabalhando para estabelecer o motivo do tiroteio. Não ficou claro se Hawk tinha um advogado. Seu agente não respondeu imediatamente a um pedido de comentário na terça-feira.

O vídeo de “Watch Me (Whip/Nae Nae)” foi visto quase 1,8 bilhão de vezes no YouTube. A música se tornou uma sensação em grande parte com base em um par de movimentos de dança: o "whip", adotando uma postura ampla e empurrando com força um braço na frente do corpo, e o "nae nae", que envolve tremer de um lado para o outro com uma mão no ar.

Celebridades como Justin Bieber, Stephen Curry e Matt Damon entraram na onda da dança, e até mesmo Hillary Clinton teve uma chance durante uma aparição no “The Ellen DeGeneres Show” em 2015.

“Watch Me” alcançou a terceira posição na lista das 100 melhores da Billboard. O álbum de estreia de Hawk, "Fresh Outta High School", foi lançado em 2018 e, desde então, ele lançou vários singles.

Hawk teve desentendimentos anteriores com a polícia. Em outubro de 2020, ele foi preso no condado de DeKalb sob acusações de direção imprudente e direção acima do limite de velocidade, de acordo com os registros da prisão. O Atlana Journal Constitution relatou que a polícia o pegou dirigindo a mais de 225 km/h na Interestadual 85. Em agosto de 2020, ele foi preso por violência doméstica e agressão em Los Angeles e Orange County, Califórnia, de acordo com a KABC-TV./NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.