Rapper Lil´Kim é condenada a um ano de prisão

A rapper Lil´Kim foi condenada hoje a um ano de prisão e a pagar uma multa de US$ 50 mil por mentir sob juramento e conspiração, em relação a um tiroteio acontecido em 2001 em frente a uma emissora de rádio de Nova York.A artista, de 29 anos, foi declarada culpada em março passado e poderia receber uma pena de até 20 anos de prisão. Apesar de muitos rappers já terem sido julgados e condenados, Lil´Kim será a primeira mulher rapper a ir para a prisão.O júri considerou que Kim mentiu em sua declaração no julgamento do tiroteio ocorrido em 25 de fevereiro de 2001 na frente da emissora Hot 97, no bairro de Greenwich Village, enquanto era entrevistada no estúdio.Kimberly Jones, nome real da cantora, mentiu para proteger amigos que a acompanhavam naquele dia e que protagonizaram o incidente ao se encontrarem com um grupo de uma estrela rival do rap.Kim, vencedora do Grammy em 2001 com a canção Lady Marmalade, do filme Moulin Rouge, disse que não se lembrava de ter visto dois de seus amigos no tiroteio. Mas a promotoria mostrou imagens em que os dois aparecem no momento da troca de tiros. Antes de receber a sentença, a rapper, que deve apresentar-se para cumprir a pena em 19 de setembro, pediu clemência do juiz e admitiu ter agido mal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.