David Goldman/AP
David Goldman/AP

Rapper e ator DMX morre aos 50 anos

Earl Simmons, mais conhecido como DMX, estava internado após uma overdose

Nick Zieminski, Reuters

10 de abril de 2021 | 11h19

O rapper e ator norte-americano Earl Simmons, conhecido pelo nome artístico DMX ou Dark Man X, morreu nesta sexta-feira, 9, aos 50 anos, segundo a revista People, depois de sofrer um infarto durante o que reportagens disseram ter sido uma overdose de drogas.

Entre as canções do artista que chegaram ao topo das parada estão Party Up (Up in Here) e X Gon' Give It To Ya. Sua carreira foi marcada por problemas legais e penas de prisão.

"Estamos profundamente entristecidos de anunciar que nosso ente querido, DMX, nascido Earl Simmons, morreu aos 50 anos no Hospital White Plains com a família...", escreveu sua família em um comunicado citado pela revista.

DMX perdeu a consciência em casa, informou sua família, e foi levado a um hospital de Nova York onde seu ex-empresário disse que ele estava sendo preservado sem atividade cerebral.

As publicações de celebridades TMZ e Billboard disseram que ele teve uma overdose de drogas que desencadeou um infarto.

DMX, que cresceu em Yonkers, Nova York, tirou o pseudônimo do nome de uma bateria eletrônica usada em músicas de rap. Quando tinha 14 anos, um rapper mais velho que havia sido seu mentor o induziu a fumar crack, disse DMX em uma série documental transmitida no canal BET.

"Ele criou um monstro", disse. "A cocaína quase tirou minha vida em algumas ocasiões."

No cinema, ele atuou em Rede de Corrupção (2001), Contra o Tempo (2003) e Romeu Tem Que Morrer (2000) e deixou dois filmes inéditos.

Tudo o que sabemos sobre:
drogasmúsicarap

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.