Rainha condecora Jimmy Page por trabalho no Brasil

O guitarrista do Led Zeppelin Jimmy Page, de 61 anos, recebeu das mãos da Rainha Elizabeth II a Ordem do Império Britânico, como prêmio à campanha que promoveu durante mais de dez anos para ajudar as crianças desfavorecidas das favelas do Rio de Janeiro, e não por sua música. A cerimônia ocorreu no Palácio de Buckingham."Nunca pensei que receberia um prêmio por meus humildes esforços (caridosos)", comentou o ex-líder da lendária banda britânica. Segundo o guitarrista, a rainha disse a ele que seu esforço constituía "um trabalho muito importante" e que a situação de muitas crianças nas favelas era "horrível".Page começou a se interessar pelos problemas dos menores nas favelas em 1994, quando promovia um disco no Rio de Janeiro e houve uma série de brigas entre grupos de rua na cidade. "Naquela época, o sol não brilhava no Rio. O Exército ia às favelas e percebi a grave situação das meninos de rua", comentou o músico. Quando voltou ao Reino Unido, o guitarrista, nascido em Londres, uniu seus esforços aos da organização de caridade "Task Brazil" e juntos criaram um centro de abrigo de crianças no Rio de Janeiro, chamado "Casa Jimmy",que assistiu mais de 300 menores. Em setembro passado, Page foi nomeado cidadão honorário do Rio de Janeiro, em reconhecimento a seu trabalho de caridade. contou Page aos repórteres.Nos anos 60, Page foi membro da banda The Yardbirds, antes de formar o Led Zeppelin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.