Radiohead lança CD e dá bronca em piratas

É hoje o lançamento mundial de Hail To The Thief, o sexto disco do Radiohead. Mas os fãs de verdade não vão encontrar muita novidade nisso, já que as canções do álbum foram parar na internet cerca de dois meses atrás. Como a própria banda sempre defendeu que as músicas circulem pela rede mundial de computadores sem barreiras, pode-se pensar que o vazamento de Hail To The Thief foi proposital. Mas não foi.Tudo começou no começo de abril deste ano, quando mixagens prévias de músicas do disco apareceram em alguns sites da rede. Inicialmente, Jonny Greenwood, guitarrista do Radiohead, disse que estava confuso, mas não sentia raiva pela publicação antecipada das músicas. "Aconteceu mais cedo do que esperávamos, mas está aí", disse ele.Porém, bastaram algumas horas para que Greenwood pensasse melhor e criticasse o vazamento. Um dia depois, ele publicou no site oficial da banda uma mensagem em que classificava o fato como roubo. Ele disse que as faixas publicadas na internet eram "cópias roubadas de edições antigas, não mixadas e rascunhos". O guitarrista afirmou que as gravações roubadas haviam sido feitas em fevereiro, mas que depois disso a banda havia trabalhado muito nas mesmas faixas, o que se pode conferir a partir de agora. E, desta vez, ficou "irritado" com a história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.