Radiohead inaugura sua própria TV

Se nos últimos tempos o Radioheadconseguiu se garantir como uma das mais inovadoras bandas do popinternacional ao transformar qualquer ruído em música, agora é avez de eles provarem que qualquer imagem é arte - ou pelo menosentretenimento. O grupo que lança hoje mundialmente seu sexto disco, Hail To The Thief, inaugurou ontem a Radiohead Television,que promete manter uma programação online para ilustrar asidéias musicais deles. O intrigante projeto é mais um episódiode uma das mais brilhantes carreiras videográficas do pop. Desde que lançaram o disco The Bends, em 1994, osintegrantes do Radiohead começaram a tentar se distanciar deoutras bandas ao adotar uma mutante estética recheada deidentidade própria (um processo que, de quebra, acabou formandoa carreira de vários diretores de vídeo). O primeiro clipe aseguir a direção foi o de Just, dirigido por Jamie Traves,inspirado no filme O Conformista, de Bernardo Bertolucci. Em 1997, eles ganharam reconhecimento em todo o mundo euma série de prêmios pelo vídeo de animação Paranoid Android de Magnus Carlsson. Ainda para o mesmo disco (OK Computer),eles impressionaram com o clima bizarro de Karma Police, emque Yorke é perseguido por um carro misterioso, e NoSurprises, em que o cantor quase se afoga ao ter um capacetede vidro preenchido por água, em um clipe sem nenhum corte. O diretor de No Surprises, Grant Gee, também usou oRadiohead para produzir um dos melhores documentários musicaisdos anos 90, Meeting People Is Easy, que mostra o lado durodas turnês promocionais que bandas pop enfrentam. Cansados da fama, em 2000 eles resolveram não rodarvideoclipes para o lançamento de Kid A. No lugar, produziramuma série de vinhetas e comerciais conceituais que foramexibidos na internet, premiados em vários festivais de filmesdigitais e incluídos na programação de MTVs de alguns países daEuropa. No ano seguinte, em Amnesiac, produziram novosvideoblips, mas também voltaram a realizar clipes, comoPyramid Song, de Shynola, e I Might Be Wrong, de SophieMueller. O Radiohead deve o sucesso de sua carreira videográficaa uma inglesa chamada Dilly Gent, que trabalha com eles há 11anos. Assumindo o cargo de Video Comissioner do grupo (umtrabalho comum em gravadoras, mas não em cada banda), ela é aresponsável pelo bom relacionamento dos músicos com os diretorese a gravadora. Gent faz pesquisas e diz saber colocar emimagens as idéias de Yorke. Com uma engrenagem funcionando tão bem, eles continuam ainovação visual com a Radiohead Television (no endereço), tambémapelidada de A Mais Gigantesca Boca Mentirosa de Todos osTempos. A programação atual tem apenas 25 minutos de duração,em uma espécie de best of do mundo do grupo. Há trechos comanimação (alguns enviados por fãs), cenas amadoras de ensaios dabanda, imagens tipo videoarte, colagens visuais, mensagensconceituais e até uma mini-entrevista de Yorke, com vozdistorcida, em que ele critica a celebridade com uma boa dose decinismo. Para continuar promovendo a democracia que já vinhasendo exercida no web site oficial da banda, eles incluemtrechos musicais produzidos por outras pessoas. O canal de TVonline (que já estava no ar desde o dia 26, mas apenas mostrandoo clipe de There, There, primeiro single de Hail to theThief) deve continuar renovando sua programação constantemente incluindo novas apresentações ao vivo, cenas de bastidores eoutras idéias visuais da banda.

Agencia Estado,

10 de junho de 2003 | 16h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.