Kamil Krzaczynski/Reuters
Kamil Krzaczynski/Reuters

R. Kelly é preso de novo, desta vez por não pagar pensão para filhos

A prisão aconteceu horas depois da exibição da primeira entrevista do cantor desde que saiu da cadeia, em fevereiro, acusado de vários abusos

Redação, Reuters

06 de março de 2019 | 22h26

O cantor de R&B R. Kelly foi preso nesta quarta-feira — desta vez por não pagar pensão alimentícia— horas depois de se emocionar em uma entrevista televisionada ao negar acusações de que teria agredido sexualmente meninas adolescentes.

Kelly foi levado sob custódia em Chicago por dever mais de 161 mil dólares em pensão alimentícia para seus três filhos com a ex-mulher Andrea Kelly.

O cantor precisa pagar o valor completo para deixar a prisão, disse o porta-voz do xerife do condado de Cook, Sam Randall.

Kelly, de 52 anos, se declarou inocente em fevereiro de acusações de que teria agredido três adolescentes e uma quarta mulher. As acusações foram feitas depois que sete mulheres, incluindo sua ex-mulher, apareceram em um documentário do canal Lifetime o acusando de abuso sexual e emocional.

A prisão do cantor nesta quarta-feira aconteceu horas depois que o canal CBS transmitiu partes de sua primeira entrevista desde que foi acusado, nas quais o cantor rejeitou fortemente e com lágrimas nos olhos as alegações de que teria tido relações sexuais com meninas menores de idade.

“Eu fui assassinado. Eu fui enterrado vivo”, acrescentou o cantor de “I Believe I Can Fly”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.