Kamil Krzaczynski/Reuters
Kamil Krzaczynski/Reuters

R. Kelly deixa prisão em Chicago depois de pagar pensão alimentícia de filhos

Cantor de 52 anos, que ficou preso durante 3 dias, também é acusado de abuso sexual de menores

Redação, Reuters

09 de março de 2019 | 19h07

O cantor norte-americano de R&B R. Kelly deixou a prisão em Chicago no sábado, 9, depois de pagar mais de 161.000 dólares de pensão alimentícia, informou a polícia, encerrando seu segundo encarceramento em duas semanas, após uma prisão anterior por acusações de agressão sexual a menores de idade.

Kelly, de 52 anos, foi preso na quarta-feira, 6, por não ter pago a pensão dos três filhos que ele teve com Andrea Lee. O gabinete do xerife do condado de Cook havia dito que ele teria de pagar o valor total para ser libertado.

É a segunda vez que ele liberado da prisão. Antes de ser detido na quarta-feira, o cantor estava em liberdade porque pagou fiança no caso de acusação de abuso sexual denunciado por três pessoas. 

Sam Randall, um porta-voz do escritório do xerife, afirmou em uma entrevista por telefone que a fonte do pagamento não estava clara, observando que o campo para o nome no boletim havia sido deixado em branco.

“O anonimato nessa situação é muito raro”, explicou Randall. “Normalmente, esse campo do formulário é preenchido.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.