Quinto aniversário da morte do Beatle George Harrison

As cinzas do ex-Beatle tranqüilo e místico da banda de Liverpool foram jogadas nas águas do rio sagrado da Índia, o Ganges, a pedido do músico. Há cinco anos George Harrison morreu de um tumor cerebral em Los Angeles, EUA. O conhecido "terceiro Beatle", ficando atrás de John Lennon e Paul McCartney e antes do baterista Ringo Starr, foi quem introduziu a música indiana e a influência oriental no famoso quarteto. Era o que menos gostava de ser foco de atenção. Foi o Beatle mais tímido e discreto à sombra de grandes egos como Lennon e McCartney. Durante os anos em que a banda esteve unida, Harrison se destacou como compositor em canções como Here Comes The Sun, While My Guitar Gently Weeps Holding e Something, que para Frank Sinatra era "a melhor canção de amor jamais escrita". Filho de um motorista de ônibus, Harrison nasceu em 25 de fevereiro de 1943 em Liverpool. Cursou a mesma escola primária que John Lennon, a Dovedale Infants, e estudou no Liverpool Institute, onde conheceu Paul McCartney. Como muitos adolescentes da época comprou uma guitarra aos 14 anos, apaixonado pelo rock e aos poucos a música foi substituindo seus estudos acadêmicos. Seus conhecimentos de alguns acordes básicos lhe permitiram entrar na banda The Quarrymen formada por John Lennon e Paul McCartney em 1957, que mais tarde se tornou "The Beatles". Fã do músico norte-americano Carl Perkins (1932-1998), pioneiro do "rockabilly", Harryson introduziu a guitarra no grupo. Após a ruptura da banda, em 1970, Harrison lançou um disco solo All Things Must Pass, e foi o primeiro entre os Beatles a liderar a lista dos discos mais vendidos com a canção My Sweet Lord. O mesmo aconteceu com Give Me Love, do disco seguinte Living In The Material World, publicado em 1973. Depois do fracasso de Gone Troppo em 1982, voltou às paradas com outro álbum solo Cloud Nine, com mais de um milhão de exemplares vendidos e um disco de platina mundial. Em 1988 integrou o grupo The Travelling Wilburys, com Bob Dylan Roy Orison e Tom Petty, que gravou alguns discos. Seu medo de sofrer ataques após o assassinato de John Lennon o levou a instalar um sofisticado sistema de alarme em sua mansão vitoriana em Henley-on-Thames, nas cercanias de Londres. Mas isso não impediu que no dia 30 de dezembro de 1999 um intruso entrasse em sua casa e o apunhalasse o peito. Após passar 48 horas em um hospital Harryson se recuperou. Foi casado com a cantora Patty Boid, que o abandonou pelo amigo de ambos, o músico Eric Clapton, casou-se novamente em 1978 com a mexicana Olivia Arias, com quem teve um filho, Dhanni. Harrison morreu em 29 de novembro de 2001 na casa de um amigo em Los Angeles, após submeter-se a uma série de tratamentos contra o tumor cerebral que padecia.

Agencia Estado,

28 Novembro 2006 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.