Queen volta ao Brasil após 23 anos e conquista São Paulo

Com Paul Rodgers, banda inglesa agita platéia na capital paulista e presta homenagem a Freddie Mercury

Marilu Araujo, do estadao.com.br,

27 de novembro de 2008 | 13h12

Mágico. Assim foi o primeiro show da banda inglesa Queen, em São Paulo, depois de 23 anos sem apresentações no Brasil. Por duas horas e meia, os membros remanescentes da banda Brian May (guitarrista) e Roger Taylor (baterista) e o vocalista convidado Paul Rodgers (ex-Free e ex-Bad Company) levaram a platéia paulistana a um passeio pelos hits que fizeram a história do Queen.  Foto: J.F.Diório/AE Veja também:Galeria com fotos do show do Queen  Baterista Roger Taylor fala sobre turnê com Paul Rodgers Ouça a canção 'Still Burnin', com Paul Rogers, novo vocalista do Queen  Novo CD do Queen, 'The Cosmos Rocks', soa ultrapassado Pouco depois das 22 horas, com o Via Funchal completamente escuro, uma chuva de meteoros, exibida em um telão de alta resolução no fundo do palco, marcou o início da apresentação. Durante o vídeo de abertura, os cerca de 5.500 fãs presentes, a maioria na faixa dos 30 anos, gritavam o nome da banda com um fervor quase religioso. Mas a platéia veio mesmo abaixo quando Brian May surgiu de trás dos amplificadores, tocando a pesada Hammer to Fall e, na seqüência, Tie Your Mother Down. A primeira parte da apresentação foi marcada pelas canções mais pesadas e clássicas do Queen. Fat Bottom Girls, Another One Bites the Dust, I Want it All e I Want to Break Free esquentaram a platéia. Os ânimos do público esfriaram um pouco com C-lebrity e Surfs up... School outs, ambas do novo álbum The Cosmos Rocks - o primeiro com músicas inéditas depois da morte de Freddie Mercury. Antes do grupo se retirar do palco, May se dirigiu à platéia e apresentou o vocalista. "Por favor, dêem as boas-vindas ao meu amigo Paul Rodgers", disse o guitarrista ciente do momento crítico que viria a seguir. Foto: J.F.Diório/AE Na seqüência, Paul Rodgers enfrentou com simpatia e competência seu momento mais difícil na noite. Sozinho no palco e munido apenas de violão e microfone, Rodgers cantou Seagull, música do Bad Company, diante de um público silencioso. Ao final do número, aplausos respeitosos, mas nada que chegasse perto da comoção que estava por vir. Rodgers deixou o palco e May, sempre aclamado pela audiência, assumiu o violão e o banquinho colocados numa passarela no meio da platéia vip. Era hora de Love of My Life. "Vocês querem cantar para Freddie?", perguntou em português quase sem sotaque. "Yeah", respondeu a platéia. Sozinho, May tentou cantar a canção, enquanto fazia o acompanhamento ao violão, mas o coro da platéia encobriu sua voz. Visivelmente emocionado, May deixou o público cantar a maior parte da música. No final dela, os fãs gritaram o nome do guitarrista. "Essa é sua música, Brasil", disse em português com os olhos cheios d'água e a voz embargada pela emoção. Em seguida, Taylor, Rodgers e os músicos de apoio Spike Edney (teclados), Danny Miranda (baixo) e Jamie Moses (guitarra e violão) se juntaram a May para tocarem a folk 39 - outra canção muito aguardada pelos brasileiros. Mais uma vez, a platéia assumiu os vocais, deixando aos músicos a tarefa do acompanhamento. A partir deste ponto, foi a vez de Roger Taylor comandar a apresentação. Antes do tradicional solo de bateria, Taylor brincou de tamborilar suas baquetas no cello elétrico de Miranda. Após o solo, o baterista interpretou I'm in Love with my Car, A Kind of Magic e Say it´s No True. Brian May voltou mais uma vez sozinho ao palco principal. Desta vez, o solo de guitarra foi costurado à canção Bijou, cantada por Freddie Mercury no telão. Mercury voltaria a dar o ar de sua graça, ainda que virtualmente, em Bohemian Rhaposody.  Na porção final do show, os hits Radio ga ga e We Will Rock You garantiram a clássica coreografia de mãos ao alto aplaudindo ao ritmo das canções. É fato que Freddie Mercury foi a grande ausência da noite. Contudo, os membros remanescentes do Queen e Paul Rodgers fizeram um belo espetáculo. Mesmo depois de 23 anos, o grupo continua cumprindo com dignidade e honra o legado de entreter a platéia. Para quem não viu o show de quarta, há mais duas chances. A banda voltará novamente ao Via Funchal, nesta quinta, 27. No sábado, o grupo se apresentará no HSBC Arena, no Rio de Janeiro. Set ListHammer to FallTie Your Mother DownFat Bottomed GirlsAnother One Bites the DustI Want It AllI Want to Break Free C-LebritySurf's Up… School's Out Seagull Love of My Life39I'm In Love With My Car A Kind of MagicSay It's Not True Bad Company We BelieveBijouLast horizonUnder Pressure Radio Ga GaCrazy Little Thing Called Love The Show Must Go On Bohemian Rhapsody BisCosmos RockinAll Right Now]We Will Rock YouWe Are the Champions

Tudo o que sabemos sobre:
QueenPaul RodgersFreddie Mercury

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.