Caio Duran
Caio Duran

Três corpos são encontrados em região de acidente que vitimou Gabriel Diniz e seguem para IML

Morte do cantor foi confirmada, mas Secretaria de Segurança Pública só divulgará nome das vítimas após realização de exames

Antônio Carlos Garcia, Especial para O Estado

27 de maio de 2019 | 17h03

Aracaju - A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP) informou que três corpos encontrados na região de Porto do Mato, em Estância, onde caiu o avião em que estava o cantor Gabriel Diniz, seguem para o Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju.

No local do acidente – a aeronave caiu dentro do mangue – foram encontrados documentos, entre eles o passaporte do cantor Gabriel Diniz. Embora já tenha sido confirmada a morte do cantor, a SSP diz que só divulgar, oficialmente, o nome das vítimas após a realização dos exames de necropsia.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informa, em nota, que, segundo dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião estava em situação regular, com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até fevereiro de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até março de 2020.

O avião, de matrícula PT-KLO, da fabricante Piper Aircraft, era de propriedade do Aeroclube de Alagoas. Esse modelo é um monomotor com capacidade máxima de três passageiros mais a tripulação, totalizando quatro assentos. 

As investigações sobre as causas do acidente estão sendo conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), de Pernambuco (PE), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), do Comando da Aeronáutica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.