Quatro compositores na 3. ª eliminatória do Prêmio Visa

O carioca Zé Paulo Becker, o mineiroMarcelo Onofri, a mato-grossense Lucina e o paulista AndréAbujamra são os quatro compositores da terceira eliminatória do9.º Prêmio Visa de Música Brasileira, realizado pela RádioEldorado. A partir das 21 horas desta quarta-feira, no Teatro do SescVila Mariana, Becker terá suas músicas interpretadas por RobertaSá, cantora revelação de 2005, e por Alfredo Del-Penho. Opróprio Becker vai tocar na violão no quarteto que acompanharáos cantores. Integrante do Trio Madeira Brasil e formado emmúsica erudita, Becker iniciou a carreira como violonista e deuuma guinada para a música popular a partir de 1994. Das quatro composições que vai apresentar nesta quarta, duas -Rua Bariri e Há Miles Que Vêm pra Bem - têm letra de AldirBlanc. As outras são Serena (parceria com Del-Penho) e Barriguda (com Thiago Amud).Marcelo Onofri, o segundo candidato da noite, ficou conhecido dopúblico paulistano no Prêmio Visa de 2005, quando acompanhou aopiano a vencedora daquela edição, Izabel Padovani. A cantoraretribui o gesto agora, interpretando as canções de Onofri: Eu Dança, Rio da Saudade, A Flor e o Caminho e O Farfalhardas Borboletas. Pianista, compositor e cantor, Onofri passou 14 anos naÁustria, onde consolidou um projeto musical ao lado de Izabel -resultado de seus estudos de música erudita e influências damúsica popular do Brasil ­-, com quem gravou o CD Hein. Seutrabalho mais recente, Temporâneo, reúne canções próprias,temas instrumentais e releituras de clássicos da MPB. Durante 25 anos, Lucina formou dupla com Luli (hojeLuhli) e teve várias canções gravadas por Ney Matogrosso (comoÊta Nóis, Napoleão e Bandolero) e Zélia Duncan, suaparceira mais constante desde que desfez a dupla com Luhli.Lucina acaba de lançar pelo selo de Zélia (Duncan Discos) seusegundo e elogiado álbum-solo, A Música em Mim. Como o Visanão se restringe a novos e avalia o conjunto da obra docompositor, esta é para ela uma boa oportunidade de expor seutrabalho. Para esta noite Lucina escolheu duas parcerias com Zélia(Coração na Boca e Enfim), uma com Luhli (Choro de Viagem)e outra com Vicente Barreto (Música na Feira). André Abujamra já formou dupla com Maurício Pereira (OsMulheres Negras) nos anos 80, depois criou o grupo Karnak, oprojeto Fat Marley e, por fim, realizou trabalho-solo - o CD OInfinito de Pé - em 2004. Além de músico, Abujamra é ator eprodutor e nesse meio tempo atuou em filmes e fez mais de 50trilhas para teatro, cinema e televisão. Acompanhado de Curumin(bateria), Du Moreira (contrabaixo) e da própria guitarra elevai cantar Arroba de Dor, O Dah Ho, O Infinito de Pé e Elevador. Prêmio Visa. Teatro do Sesc Vila Mariana (608lug.). Rua Pelotas, 141, 5080-3000. Hoje, 21 h. R$ 3 a R$ 6.Até 16/8.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.