Público aprova "Rock in Rio" e pede bis

A Artplan, empresa que organizou o Rock in Rio 3, encomendou ao Ibope uma pesquisa com 500 jovens que foram ao festival, realizado entre os dias 12 e 21 de janeiro. O resultado é extremamente favorável à organização do evento, que recebeu nota 8,2 dos espectadores. O Ibope ouviu primordialmente pessoas muito jovens, com idades entre 14 anos e 25 anos (74% do total de entrevistados) e boa parte com instrução superior (cerca de 44% do total). A maioria era de homens (54%).Cerca de 90% dos jovens garantiram que iriam numa próxima edição do Rock in Rio, e 69% disseram que o festival deveria acontecer de 2 em 2 anos, o que coincide com os planos do empresário Roberto Medina, idealizador da mostra musical.A aprovação da Cidade do Rock, área cujo gramado era equivalente ao de 15 Maracanãs, em Jacarepaguá, foi de 93%. O trânsito foi considerado bom por 50% dos jovens e os mecanismos de compra de ingresso foram considerados ótimos por 30% ótimo, bons por 53% e regulares por 11%. O casting teve a aprovação de 83% das pessoas e o som foi ótimo para 37 % deles.O "astral", o ambiente na Cidade do Rock teve 94% de opiniões favoráveis. O aspecto beneficente do festival também foi compreendido pelos espectadores - 68% dos entrevistados sabiam que 5% de toda a verba estava sendo destinada a um projeto de educação de jovens entre 17 e 29 anos. As tendas temáticas (Tenda Eletro, Raízes, Brasil e Mundo Melhor) foram aprovadas por 95% dos entrevistados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.