Proibida a venda da biografia do cantor Roberto Carlos

A venda e distribuição do livro Roberto Carlos em Detalhes, biografia não autorizada do cantor escrita por Paulo César de Araújo, foi proibida por determinação do juiz titular da 20.ª Vara Cívil do Rio, Maurício Lima.A decisão vale para todo o País. O livro, lançado no fim de 2006, é um best seller, embora tenha sido alvo de protestos de Roberto Carlos. Na decisão, o juiz alega que, apesar de a Constituição garantir a liberdade de expressão, é preciso ter autorização da pessoa sobre quem se divulgam fatos íntimos, especialmente se essa divulgação tem fins comerciais. Até o início da tarde desta sexta-feira, a editora Planeta, que lançou o livro, não havia se manifestado.Best sellerO livro é um dos maiores best sellers da temporada, tendo vendido mais de 30 mil exemplares em um mês, quando foi lançada em dezembro. Em 9 de janeiro o advogado gaúcho Marco Campos, que representa o cantor Roberto Carlos, notificou a Editora Planeta, exigindo a retirada do livro das livrarias, acusando-a de invasão à privacidade, lesão à honra e uso indevido de imagem. E ajuizou queixa-crime contra o escritor e historiador Paulo César Araújo, autor do livro.O autor da biografia é jornalista e historiador carioca, autor de Eu Não Sou Cachorro Não, sobre música brega brasileira. Ele passou os últimos 16 anos coletando documentos e fez 175 entrevistas sobre o tema, conversando com Tom Jobim, Caetano Veloso, Chico Buarque, Gal Costa, João Gilberto (único depoimento que o papa da bossa nova deu a um livro).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.