Silvana Garzaro/ESTADÃO
Silvana Garzaro/ESTADÃO

Programa ‘Minha Canção’, da ‘Rádio Eldorado’, ganha versão podcast

Disponível no formato a partir de hoje, programa já recebeu 60 artistas nacionais e internacionais

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2019 | 06h00

Todo mundo tem uma trilha sonora da vida com músicas que levam para longe quando pegam de surpresa. É como se a vida fosse uma série e cada ano tivesse uma nova temporada, com os devidos sons que embalaram os momentos especiais e deixaram marcas.

Essa foi a inspiração do Minha Canção, programa da Rádio Eldorado que a partir desta sexta-feira, 20, está disponível no formato podcast no Deezer e Spotify. Apresentado por Sarah Oliveira, a atração vai no ano que vem para a sexta temporada, que deve estrear logo depois do carnaval.

Desde a estreia em 15 de setembro de 2017, com um especial sobre David Bowie, até a temporada deste ano, que fechou com Cássia Eller, 60 artistas nacionais e internacionais “passaram” pelo Minha Canção, que tem a proposta de resgatar as músicas que fazem a trilha sonora de nossas vidas.

A cada edição, Sarah homenageia um artista e algumas edições têm entrevistas com o próprio homenageado. Foram os casos, por exemplo, de Gal Costa, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Céu, Ney Matogrosso, Lenine, Fafá de Belém e Samuel Rosa. 

Todos os programas têm depoimentos de algum convidado, que fala da sua relação com a obra do artista homenageado. Maria Fernanda Cândido falou sobre Eric Clapton, Fernanda Montenegro sobre Gal Costa, Camila Pitanga sobre Chico Buarque e Guilherme Arantes sobre Elton John.

“No podcast, o ouvinte se sente íntimo de você e os convidados ficam mais à vontade do que na TV”, disse Sarah. Ao lado de Emanuel Bonfim, diretor da Eldorado, a ex-VJ da MTV foi a idealizadora da atração, que é um dos carros-chefe da grade da emissora.

A relação de Sarah com a música sempre foi intensa. Aos 17 anos, ainda estudante, começou a trabalhar na rádio 89 FM. Foi lá que descobriu o metal, se apaixonou por Ratos de Porão e teve oportunidade de entrevistar lendas como Ozzy Osbourne e Bruce Dickinson.

Ao puxar por suas memórias musicais afetivas, Sarah fez uma playlist da vida que começa As Coisas Tão Mais Lindas, de Cássia Eller e Nando Reis, Ain’t Got No (I Got Life), de Nina Simone, Dois Olhos Negros, de Lenine, Something, dos Beatles, e segue com Clube da Esquina 2, de Milton Nascimento, e Sangue Latino, de Ney Matogrosso com Secos e Molhados. Todos os programas estão no site da Rádio Eldorado; uma versão em vídeo também está disponível no Canal da Sarah Oliveira, no YouTube. 

Tudo o que sabemos sobre:
Sarah OliveiraRádio Eldoradomúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.