Reprodução
Reprodução

Produtor Larry Rosen morre aos 75 anos

Fundador da gravadora GRP com o compositor Dave Grusin, em 1978, era baterista

The New York Times

15 Outubro 2015 | 14h49

Sócio-fundador da GRP Records, gravadora pioneira em registros digitais, o produtor Larry Rosen morreu na sexta-feira, aos 75 anos, em decorrência de um câncer no cérebro. Rosen e o compositor Dave Grusin, conhecido autor de trilhas sonoras, criaram a GRP (iniciais de Grusin e Rosen Produções) em 1978. Associado ao jazz mais suave da Costa Oeste, o selo lançou as cantoras Diana Krall e Diane Schurr, entre outros intérpretes, além de produzir nomes como os pianistas Chick Corea e Ramsey Lewis.

Nascido no Bronx, em 25 de março de 1940, Larry Rosen começou sua carreira como baterista, tendo estudado na Manhattan School of Music. Ele conheceu Grusin em 1966, quando acompanhava o cantor Andy Williams. Em 1973 ele começou sua carreira de produtor com o disco Rashida, do cantor Jon Lucien (1942-2007), para o qual Dave Grusin fez os arranjos. Um dos discos do próprio Grusin, Mountain’s Dance (1980), viria a se tornar um dos primeiros gravados digitalmente.

Em 1987, o selo GRP assinou um acordo de distribuição com  a MCA Records, que compraria a gravadora por US$ 40 milhões Depois disso, Rosen criou outra gravadora com Grusin, a N2K. Em 2006, ele produziu uma série de programas para a TV com o pianista de jazz Ramsey Lewis. Recentemente, começou um programa de concertos chamado Jazz Roots, que ocupou salas de todo o país, de Dallas a Miami.

Mais conteúdo sobre:
Música jazz morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.