Produtor de Bowie e Morrissey escreve livro de memórias

O produtor musical Tony Visconti está compartilhando décadas de histórias com o mundo em seu novo livro Tony Visconti: The Autobiography - Bowie, Bolan and the Brooklyn Boy, lançado no Reino Unido pela Harper Collins, segundo a revista Billboard.Ainda não foi decidida a editora que irá publicar o livro nos Estados Unidos, mas os interessados já podem adquiri-lo na amazon.co.uk por meio de um link com o web site de Visconti.Visconti produziu álbuns de David Bowie como The Man Who Sold the World, Heroes, Lodger e Reality, de 2003. Seus trabalhos com o T. Rex incluem Slider e Electric Warrior. Ele também produziu o trabalho de Morrissey (ex-vocalista do The Smiths) Ringleader of the Tormenters, de 2006. Outros de seus clientes incluem o U2, John Hiatt, Ziggy Marley, The Stranglers, Adam Ant e Thin Lizzy.Natural de Brooklyn, Nova York, Visconti disse à Billboard: "Minha memória é muito boa para tudo isso. Mas é claro que havia algumas coisas que eu não queria repassar, principalmente as que dizem respeito ao fim de casamentos e ao abuso de drogas. Essas duas coisas foram muito dolorosas de relembrar."Confidente"Acertei as contas com todas minhas três ex-mulheres. Meu tempo de consumo de drogas acabou há 20 anos, e minha época de consumo de álcool, há 7. Não quero que isso ocupe o centro das atenções, mas tive que escrever sobre isso. Agora não há praticamente nada a meu respeito que você não saiba."Indagado se virou um confidente real dos artistas com quem cooperou estreitamente, Visconti comentou: "A amizade é algo que surge inevitavelmente. Acabo de receber um e-mail de Bowie. A gente se comunica por e-mail o tempo todo. Mandamos clipes do YouTube um ao outro e discutimos as questões do envelhecimento.""Marc Bolan (que morreu em 1977) teria adorado a Internet, embora fosse um pouco disléxico. Teria sido interessante ver um e-mail dele, com as palavras grafadas de forma errada."Sgt. Pepper´s inéditoVisconti ainda se emociona ao recordar o momento em que primeiro se mudou para a Inglaterra e um amigo o presenteou com a chance de ouvir o ainda inédito na época Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles."Foi uma experiência do tipo ´me belisque, acho que morri e estou no céu"´, ele recorda. "Mesmo hoje, ao ouvir alguns daqueles sons, você se indaga: ´Como eles fizeram aquilo?"´.O próximo trabalho de Visconti será com a cantora e compositora nascida em St. Louis, Kristeen Young, que vem sendo promovida por Morrissey."Ele está realmente dando força a ela", contou o produtor. "Estou trabalhando também com um grupo de glam rock de Nova York chamado Semi-Precious Weapons. E fui convidado para fazer o próximo álbum de Morrissey, quando acontecer. Amo fazer discos. Nunca vou parar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.