Ruby Washington/The New York Times
Ruby Washington/The New York Times

Prodígio do piano Joey Alexander, de 13 anos, lança seu segundo álbum

Ele foi a pessoa mais jovem já indicada a um Grammy, quando tinha apenas 11

Reuters

13 de setembro de 2016 | 11h16

NOVA YORK - Na primeira década de sua vida, o pianista de jazz Joey Alexander lançou seu primeiro álbum e se tornou a pessoa mais jovem a ser indicada a um Grammy, aos 11 anos. Agora, aos 13, Alexander tem um segundo álbum, Countdown, que ele disse mostrar mais exploração. Mas o músico de Bali, que aos 8 anos impressionou Herbie Hancock durante visita da lenda do jazz norte-americano à Indonésia, continua a ser modesto.

"Eu não acho que sou um gênio", disse Alexander, que se mudou com a família para Nova York em 2014 para promover o seu desenvolvimento musical. "Eu sou grato pelo dom que Deus me deu para tocar esta música que amo."

O novo álbum de Alexander, que começou a tocar piano aos 6 anos quando seus pais lhe deram um mini teclado eletrônico, engloba grandes nomes do jazz, como Billy Strayhorn e John Coltrane.

"Eu os ouço desde que eu era pequeno", disse ele. "Eu e meu pai ouvimos essas músicas, especialmente 'Countdown' - é realmente difícil de tocar."

Alexander gravou na primeira tentativa o hit de Coltrane para o álbum, que será lançado no dia 16 de setembro (veja abaixo).

"Eu sempre tento colocar meus sentimentos, porque nesta música não é apenas técnica, é apenas a sensação de como você toca e a liberdade que você pode dar", disse Alexander, que se senta para tocar piano de duas a três horas todos os dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.