WILTON JUNIOR/ESTADAO
WILTON JUNIOR/ESTADAO

Procon estadual notifica organização do Rock in Rio por vazamento de esgoto

Multa pela infração pode ir de R$500 a R$ 8 milhões

João Paulo Carvalho, O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2015 | 23h30

(Atualizado à 1h43 de 19/9) RIO - O Procon autuou a organização do Rock in Rio nesta sexta, 18, após encontrar um vazamento de esgoto em um dos banheiros femininos. De acordo com o comunicado oficial do órgão, a multa pela infração vai de R$500 a R$ 8 milhões.

Os fiscais encontraram problemas no banheiro feminino, próximo à roda gigante. Havia um vazamento de esgoto para a área externa ao banheiro, junto à passagem do público, causado por um defeito em uma das bombas de sucção. Os fiscais isolaram a área e determinaram a limpeza e o conserto, sob pena de crime de desobediência.

Esta, no entanto, não é a primeira vez que isso acontece. Em 2013, o Procon Estadual havia interditado um dos banheiros da Cidade do Rock. Na época, um vazamento criou uma poça de urina e fezes nos fundos da lanchonete do Bob's, próximo ao local onde eram armazenadas as bebidas do estabelecimento em galões.

Em nota, a organização do evento afirmou que sanou imediatamente todos os problemas apontados pelo Procon-RJ e garantiu que o Festival investiu em um sistema redundante de tubulação de esgoto. 

Mais conteúdo sobre:
Rock in RioMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.