AE
AE

Processo de paternidade contra Justin Bieber é retirado

Garota de 20 anos afirmou ser mãe de um suposto filho do cantor

EFE,

16 de novembro de 2011 | 16h26

WASHINGTON - A jovem que afirmou ser mãe de um suposto filho de Justin Bieber retirou o processo de paternidade que tinha aberto contra o cantor, informou nesta quarta-feira o site de celebridades TMZ.

O processo foi cancelado na semana passada sem nenhuma publicidade e os advogados da fã de Bieber que garantia ter tido um filho dele se retiraram do caso.

A jovem, Mariah Yeater, de 20 anos, abriu um processo contra o cantor para pedir pensão alimentícia para seu bebê, Tristyn, cuja paternidade atribuiu a um ato sexual que teria mantido com Bieber em um banheiro do Staples Center de Los Angeles em outubro de 2010.

O cantor, de 17 anos, negou categoricamente ser o pai do filho de Mariah e inclusive afirmou que não havia conhecido a fã pessoalmente, por isso decidiu fazer um teste de DNA em seu retorno aos Estados Unidos, após sua turnê europeia. O ídolo pop também cogitava processar Mariah por calúnia.

Tudo o que sabemos sobre:
Justin Bieberteengravidez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.