Primeiro-ministro do Japão usa óculos da grife de Bono

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, colocou hoje os modernos óculos da marca solidária Red, promovida pelo líder de U2, Bono, para lutar contra a pobreza e as doenças na África.O novo visual de Abe surpreendeu o cantor e foi exibido durante uma reunião entre os dois, hoje, em Tóquio. A banda irlandesa fará três shows esta semana na capital japonesa."Ele me surpreendeu ao usar os óculos Armani que lhe dei. O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, nunca fez isso", disse Bono aos jornalistas.Papa João Paulo II também usou o óculos de BonoOs óculos Armani com lentes vermelhas fazem parte de uma nova linha de produtos, a Red, que conta com a colaboração de empresas como American Express, Apple e GAP. Parte da renda obtida com as vendas será usada em favor da África e dos afetados pela aids, tuberculose e malária."O Papa João Paulo II também usou os óculos", lembrou Bono.O antecessor de Abe, Jonichiro Koizumi, em junho de 2006 não hesitou em aparecer com óculos iguais aos de Elvis Presley durante uma visita a Graceland, a casa do músico em Memphis (Estados Unidos).O cantor irlandês falou da sua esperança de que o Japão cumpra seu compromisso de duplicar em breve sua ajuda à África, assumido na cúpula do G8 do ano passado."Alguns países fazem promessas que não cumprem. Esperamos que o Japão mantenha sua promessa, porque o mundo acredita na honra de uma promessa japonesa", afirmou.Segundo Bono, decisões como esta influem "na vida e na morte" de milhões de pessoas no mundo todo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.