Primeira-dama francesa, Carla Bruni, vai lançar novo disco

Modelo vai doar sua parte dos direitos autorais do novo trabalho para causas humanitárias ainda não definidas

Dean Goodman e Tamora Vidaillet, da Reuters,

05 de junho de 2008 | 08h30

A primeira-dama francesa, Carla Bruni, vai lançar seu terceiro disco no mês que vem, disse sua gravadora norte-americana na quarta-feira, 4, sinal de que a cantora pop não vai deixar suas obrigações oficiais influenciarem sua carreira.     Veja também: Carla Bruni diz que adora Sarkozy por seus 'seis cérebros'O disco, chamado Comme si de rien n'etait (Como se nada tivesse acontecido), vem depois do livro de memórias que será publicado nesta semana, no qual Carla detalha seu romance com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, com quem é casada há quatro meses. A modelo nascida na Itália escreveu ou co-escreveu 12 das 14 canções do álbum e vai doar sua parte dos direitos autorais para causas humanitárias ainda não definidas, segundo informou uma porta-voz da Downtown Records. A gravadora de Nova York vai lançar o disco nos Estados Unidos com licença da gravadora francesa, a Naive Records. A Downtown lançou o último disco de Bruni, No Promises, de 2007, nos Estados Unidos no começo do ano, mas ele só vendeu 6 mil cópias até agora, de acordo com a empresa Nielsen Soundscan. No mundo inteiro, as vendas chegam a 380 mil, segundo a Downtown. No livro, Carla e Nicolas, a Verdadeira História, a modelo fala não só do "físico" de seu marido, mas também de seus "cinco ou seis cérebros". De acordo com os trechos publicados pela revista Le Point na quarta, ela também disse aos autores do livro que não tem intenções de largar a carreira musical. "Não tenho a intenção de mudar de emprego. Tenho uma função, mas não é um emprego", disse. (Reportagem de Dean Goodman e Tamora Vidaillet)

Tudo o que sabemos sobre:
Carla BruniNicolas Sarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.