Prêmio Visa realiza primeira semifinal

A 8 ª edição do Prêmio Visa de Música Brasileira - Edição Vocal entra em sua segunda fase com uma bateria de quatro semifinais, que serão realizadas ao longo de setembro e contarão, no total, com a participação de 12 candidatos. A primeira semifinal acontece hoje, no Sesc Vila Mariana, com as cantoras Ana Cascardo e Izabel Padovani e o quinteto Vocalise. Eles estão na disputa por uma das cinco vagas para a grande final do dia 19 de outubro, no Tom Brasil Nações Unidas.São candidatos de origem e formação diferenciadas, mas que têm em comum a preocupação pela boa qualidade de repertório. A mineira Ana Cascardo, nascida em Itajubá, é cantora profissional há 20 anos. Como cantora-solo, investiu em shows temáticos, que levou para as principais casas de espetáculo e teatros da cidade. Um deles foi dedicado ao repertório de Chico Buarque no show Palavra de Mulher. Está prestes a lançar o primeiro CD-solo. Para o show de hoje, selecionou as canções Luzes (Paulo Leminski), Valsa para Helena Kolody (Gerson Bientinez/Etel Frota), Com Açúcar, com Afeto (Chico Buarque) e Romance (Djavan), que terá a música incidental Capim (também de Djavan). O grupo Vocalise, do Rio, é formado por Beth Dau, Fabíola Farias, Ivan Azevedo, Márcio Monteiro e Marcus Aurélius. O grupo foi criado após um show de Os Cariocas, na casa de espetáculos Jazzmania. Surgiu como um pequeno coral, buscando referências eruditas, até se tornar um quinteto vocal arrojado. Lançaram o CD Tudo É Coisa Musical. Na semifinal, o grupo vai apresentar um medley Djavan, com Capim e Fato Consumado, Choro Bandido (Edu Lobo/Chico Buarque), Chá de Panela (Guinga/Aldir Blanc) e Um Canto de Trabalho (Nelson Ângelo e Cacaso).Nascida em Campinas, Izabel Padovani se divide entre Brasil e Áustria desde 1996. Teve bons mestres em sua trajetória: foi aluna de canto de Ana Maria Kieffer e trabalhou com o pianista Marcelo Onofri, com o qual lançou dois CDs, Mar&Bel e Hein?. Meio-soprano, Izabel investiu carreira no exterior e acaba de lançar o CD Tons - Bass and Voice, com o baixista Ronaldo Saggiorato, pelo selo austríaco Gillard Music, cujo repertório vem apresentando em festivais e casas de espetáculos pela Europa. Hoje, ela vai interpretar Mimi (Braguinha), Permuta dos Santos (Edu Lobo/Chico Buarque), Eu te Amo (Chico Buarque) e Um a Zero (Pixinguinha/Benedito Lacerda/Nelson Angelo). Para esta primeira semifinal, haverá apresentações de participantes de outras edições do prêmio: o jovem compositor e bandolinista Danilo Brito, que venceu a sétima edição do Prêmio Visa, no ano passado, e o Duofel, formado pelos violonistas Luiz Bueno e Fernando Melo. Uma das novidades desta etapa é a entrada de das cantoras Zélia Duncan e Mônica Salmaso, no júri. Pela primeira vez, a premiação conta com a participação do público via internet, por meio do Voto Popular Digital, disponível no site do prêmio, o www.premiovisa.com.br. Até o dia 26, os internautas poderão participar indicando o intérprete de sua preferência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.