Prêmio Visa chega à grande final

A grande final do 5.º Prêmio Visade MPB - Edição Vocal será realizada nesta sexta-feira, a partir das 21h, no Directv Music Hall. Os cinco finalistas são a mineiraPaula Santoro, os paulistas Marcelo Pretto, Lucila Novaes eRenato Braz e o quinteto baiano Banda de Boca. A final serátransmitida ao vivo pela TV Cultura. A apresentação será dojornalista e compositor Nelson Motta - que despontou comocompositor nos festivais de música dos anos 60 - e da jornalistaLaura Wie, da mesma TV Cultura. O ingresso custa R$ 10 e a renda será dividida entreduas instituições de caridade: a Casa Hope e o Instituto deInformação e Suporte em Oncologia - Day Care Center. Abilheteria abre às 12h. Um júri integrado por 12 músicos (regentes, compositores, intérpretes), por jornalistas especializados em música epresidido pelo maestro Nelson Ayres terá o encargo de escolhero vencedor, que receberá de prêmio R$ 100 mil (metade do prêmototal), além do direito de produzir um disco pela GravadoraEldorado. O público também terá o direito de votar, e o escolhidopelo voto popular receberá como prêmio viagem de uma semana àItália, com passagem e hospedagem pagos pelos cartões Visa,patrocinadores do concurso. A produção do prêmio é da RádioEldorado. O total de premiação (excluída a viagem à Itália) destaedição do Prêmio Visa é de R$ 200 mil. A metade desta quantiafica com o primeiro colocado (não está eliminada, peloregulamento, a hipótese de empate; na primeira edição doconcurso, em 1998, dedicada a instrumentistas, o pianista AndréMehmari e o contrabaixista Célio Barros dividiram o primeirolugar); o segundo colocado recebe R$ 50 mil; o terceiro, R$ 30mil. Os outros dois finalistas recebem, cada um, R$ 10 mil. Prêmio extra - Os cartões Visa patrocinam, ainda, aturnê de lançamento do CD do vencedor do concurso, com roteiro aser definido. Cada candidato interpretará três canções. Ao fimdas apresentações, o júri reúne-se para escolher o vencedor e asoutras colocações. Durante a reunião do júri, será apresentado oshow As Canções dos Festivais, com presença de três filhosde artistas revelados pelos festivais ou que tiveram carreiraabrilhantadas pelas participações nos festivais da canção dosanos 60 e 70 - Luciana Mello, filha de Jair Rodrigues, WilsonSimoninha, filho de Wilson Simonal, e Flávia Virgínia, filha deDjavan. Jair Rodrigues também participará do show e aproveitarápara comemorar os 50 anos de carreira. No acompanhamento dos músicos - tanto dos concorrentesquanto dos participantes do show As Canções dos Festivais -estará a Orquestra Jazz Sinfônica, regida pelo maestro CyroPereira. A Jazz Sinfônica tem 85 músicos e é um dos corposestáveis do Centro de Educação Musical Tom Jobim, da Secretariade Estado de Cultura. Foi criada em 1990, por Arrigo Barnabé eEduardo Gudin, com a intenção de dar tratamento sinfônico àmúsica popular. Para lembrar um pouco da história do Prêmio Visa de MPB:seu programa de criação previa apenas a primeira edição, querevelaria instrumentistas. O nível dos concorrentes foi tão altoque produtor e patrocinador resolveram criar uma segunda edição,para intérpretes vocais. Foi vencida pela cantora MônicaSalmaso. No ano seguinte, o prêmio agraciou compositores e emprimeiro lugar ficou o paulista Dante Ozzetti. Cumprido o ciclo, o prêmio voltou ao início. No anopassado, na quarta edição, revelou para o Brasil - e o mundo jáo está conhecendo - o violonista gaúcho Yamandú Costa. Agora,volta novamente o olhar para os cantores. Os candidatos - A quinta edição teve quase 2 milinscritos, de todos os Estados do País, com predominância demineiros, baianos, cariocas e paulistas. Na edição anterior, osquatro Estados estavam representados na final. Nesta, ficaramMinas, São Paulo e Bahia. A primeira candidata da noite é a mineira Paula Santoro,de 36 anos. Radicada no Rio de Janeiro, é voz conhecida de quemacompanha seriados televisivos. Dublou a atriz Maria FernandaCândido na minissérie da Globo Aquarela do Brasil eparticipou de outra série, Chiquinha Gonzaga, além de tercantado o tema central da novela Ana Raio e Zé Trovão, daTV Manchete. Paula trabalhou com Toninho Horta, gravou comHélio Delmiro e participou do grupo de artistas que representouo Brasil na Copa do Mundo da França, em 2000. Marcelo Pretto é paulista e tem 35 anos. Estudou violão,harmonia, percussão, contrabaixo e integra o grupo A Barca.Participou de outro grupo, o de percussão corporal Barbatuques,e cantou forró com o grupo Boi de Lata, entre muitas atividadesligadas à música brasileira. Lucila Novaes também é paulista, mas do interior - deAvaré. Aos 34 anos, tem um disco gravado - Frestas do Céu(Dabliú) e outro em preparo, a se chamar Claridade. Peloprimeiro trabalho, ficou entre as três finalistas - comorevelação - no Prêmio Sharp de 1999. Também 34 anos tem o paulistano Renato Braz, o quartocandidato da noite, que é cantor elogiado por músicos do quilatede Edu Lobo e Dori Caymmi (canta em dueto com Dori no novo discodo compositor, Contemporâneos, a ser lançado). Encerrando a noite está o quinteto vocal Banda de Boca,que vem da Bahia, existe há três anos e é formada por HiranMonteiro, Arno Hübner, Neto Moura, Fábio Eça e PolianaMonteiro.Serviço - 5.º Prêmio Visa de MPB - Edição Vocal. Nesta sexta-feira, às 21h. R$ 10. Informações pelo tel. (11) 3274-6771. Directv Music Hall.Avenida dos Jamaris, 213.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.