Prefeitura suspende festival Motomix

O festival Motomix 2006 continua tendo problemas com a Prefeitura de São Paulo. Nesta sexta-feira, 15, a Secretaria Municipal de Habitação afirmou que o Contru, órgão responsável por conceder autorização para shows na cidade, indeferiu o pedido de alvará de autorização para a realização do evento que aconteceria neste sábado, 16, no MuBe, no MIS e no Espaço das Américas.Um dos shows mais esperados aconteceria neste sábado mesmo. Era a apresentação do grupo escocês Franz Ferdinand. Na quinta-feira, organizadores do evento tiveram de parar uma apresentação pela metade. A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras alegava a falta de um alvará de funcionamento. Os ingressos vendidos, antecipadamente, custaram R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia).Além do Franz Ferdinand participariam do Motomix artistas como o Chelpa Ferro, que se apresentou nas Bienais de São Paulo e de Havana, e o designer carioca Carlo Sansolo, que criou um ambiente sonoro que transporta barulhinhos irritantes do dia-a-dia para uma sala envolta com panos pretos: da abertura de uma janela para avisar que há novos e-mails a alertas de mensagens do MSN.A organização do Motomix ainda não se pronunciou sobre a decisão da Prefeitura. De acordo com o que apurou o Portal Estadão.com.br, há duas possibilidades de os shows previstos para este sábado acontecerem. Uma delas, se os organizadores conseguissem judicialmente uma autorização. A outra, se alguma casa de shows abrigasse os espetáculos.As performances do coletivo de VJs e DJs do Reino Unido Addictive TV e do grupo paulista de improvisação LCD foram considerados shows pela Prefeitura. Nem o MuBE nem o MIS têm alvarás para funcionar como "casa de shows", segundo o secretário de Coordenação das Subprefeituras, Andrea Matarazzo. Na ocasião, Matarazzo alegou ser "um descaso com um bem público cedido para ser museu, e não casa de show". E alfinetou a presidente do MuBE, Marilisa Rathsam: "Ela sofre de um complexo de classe dominante, acha que pode tudo". Sérgio Aizenberg, produtor executivo da Divina Comédia, responsável pela produção do Motomix, disse que todos os regulamentos foram cumpridos.O Motomix é um festival artístico que une música e arte multimídia, patrocinado pela empresa Motorola. O público estimado para esses três dias era de 6 mil pessoas.

Agencia Estado,

15 de setembro de 2006 | 21h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.