Pop star cubano consegue asilo nos EUA

O músico cubano Carlos Manuel Pruneda, um dos mais populares do país, conseguiu ontem asilo no Texas. Vindo de Monterrey, no México, a bordo de um táxi, ele chegou à cidade americana fronteiriça de Brownsville e se entregou às autoridades. Após dois dias de detenção, o departamento de imigração anunciou a concessão do asilo.Após deixar o centro de detenção, Pruneda, de 30 anos, disse que havia deixado Cuba em busca de liberdade artística e pessoal. "Eu me sentia muito mal em Cuba. Queria muito fazer turnês no exterior, mas não podia sair do país", afirmou, em entrevista à rede de TV KGBT. "É uma questão política. Se Cuba não ganhava nada comigo, do ponto de vista político, eu também não tinha nenhuma possibilidade de fortalecer minha carreira, e o público no resto do mundo nunca saberia de mim."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.