Polícia recolhe amostra de DNA de Michael Jackson

Investigadores de polícia recolheram amostras de DNA de Michael Jackson, segundo informe divulgado hoje, além de terem realizado mais dois dias de buscas na casa do cantor pop, Neverland (Terra do Nunca).Jackson é acusado de abusar sexualmente de um menor. Os investigadores recolheram uma amostra da saliva de Jackson no sábado, segundo o jornal SantaBarbara News-Press, citando fontes não identificadas.A polícia inspecionou novamente a residência de Jackson na sexta e no sábado, pela segunda e terceira vez, poucas semanas antes do início do julgamento do astro pop, previsto para o dia 31 de janeiro.Jackson, de 46 anos, diz que é inocente. Recolher provas de DNA tão tarde em um caso é pouco habitual, apesar de existirem casos semelhantes anteriores, disse LaurieLevenson, ex-policial federal e professora da Faculdade de Direito da Universidad Loyola. Para ela, os policias poderiam buscar evidências para comprovar declarações de testemunhas ouvidas recentemente.Os investigadores passaram mais de oito horas na mansão de Jackson na sexta-feira e retornaram novamente no sábado por um período de cerca de duas horas.Os policiais de Santa Bárbara se recusaram a oferecer detalhes sobre as visitas, dizendo apenas em um comunicado que "eram parte de uma investigação criminal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.