Polícia não tem pista do assassino de Jam Master Jay

A polícia nova-iorquina ainda não tem a menor idéia de quem são os assassinos do músico Jam Master Jay, morto anteontem à noite com um tiro na cabeça em um estúdio do Queens, em NovaYork. Os investigadores do caso não entendem nem por que o integrante do Run D.M.C. poderia ter sido morto: Jason Mizell era um homem muito respeitado no meio musical. Sua morte levoudezenas de fãs a fazer uma vigília no bairro de Jamaica, onde ficava o estúdio e de onde saíram os integrantes da banda. Ele tinha apenas 37 anos, deixa mulher e três filhos. O enterroainda não foi anunciado, mas deve ser este fim de semana, no Queens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.