Polêmica e censura na rota de Wanessa Camargo

Que digam, que pensem, que falem. Que a joguem na fogueira para arder nas páginas das revistas semanais, que a coloquem ao lado de Sandy sempre em ângulo desfavorável, que investiguem em seus shows se usa playback ou canta de verdade. Wanessa Camargo não se importa mais. É filha de Zezé Di Camargo sim, não é mais virgem aos 20 anos, beijou mesmo o ator Erik Marmo e anuncia sua nova postura ninguém-tem-nada-a-ver-com-isso. "No começo eu tinha medo de desagradar, mas sempre fui do jeito que sou. Minha maturidade deixa as coisas florescerem mais rápido."E assim a mulher que existe em Wanessa Camargo vai ganhando forma, dinheiro, espaço e visibilidade. Às vezes até demais. Sua estréia no conceito grandes produções neste final de semana, com três apresentações no Olympia, chamou a atenção da Justiça. Foi primeiro determinado que menor de 14 anos não entraria, censura considerada elevada pela própria cantora. Motivo alegado segundo a produção: a declaração de Wanessa à revista Veja de que não é mais virgem. Mas no final da tarde de ontem, a determinação caiu e ficou decidido que, como na primeira apresentação da cantora na casa, entrarão todos que fossem maior de 12 anos. No domingo, a censura será para menores de cinco anos.Fora dos tribunais, Wanessa quer ser grande e vista como mulher madura - por mais que isso contrarie a alegação de que seu show é para crianças. Será dirigida por Hugo Prata e lançará o terceiro disco de carreira, Wanessa Camargo. "Não batizo meus discos com outro nome porque o primeiro, que também se chamava Wanessa Camargo, deu certo", disse em entrevista coletiva lembrando a superstição que norteia a carreira de Roberto Carlos há quatro décadas. Os dois álbuns anteriores da cantora venderam juntos 500 mil cópias.O show terá na abertura remixes de músicas de Wanessa feitos pelo DJ Cuca. Enquanto isso, um telão mostrará cenas da garotinha dos Camargo aos 3, 8, 16 anos até os dias de menina dos olhos de Marlene Mattos - a manda-chuva na área de shows dentro da Rede Globo.Entre as músicas que concordou adiantar - porque muitas delas, prometeu, serão surpresas - estão Como eu Quero, de Kid Abelha, e Datemi un Martello, de Rita Pavone.Nas graças de Marlene, Wanessa Camargo é rainha inegociável. A consideração que conquistou no Jardim Botânico é tamanha que ela não sairá da apresentação do Jovens Tardes - palavra da chefe - mesmo com toda a reestruturação que atinge o programa dominical. Dirigida pela mesma Marlene, irá para o cinema atuar na produção SOS Cupido, que poderá trazer no mesmo elenco Luciano Huck e Angélica. É a fase adulta nem tão adulta assim.Wanessa Camargo - Hoje, às 22h. Amanhã, às 20h. Domingo, às 18h. Olympia (Rua Clélia, 1517. Tel. 3866-3000). Ingressos: entre R$ 30 e R$ 60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.