Poe inspira novo CD de Lou Reed

Para se ter uma idéia do impacto que causou na literatura mundial o poema O Corvo ("The Raven"), de Edgard Allan Poe, basta citar alguns de seus ilustres tradutores: Machado de Assis, Fernando Pessoa, Baudelaire, Mallarmé, entre muitos outros. Publicado em 1845, O Corvo estampa o sombrio e labiríntico universo do ensaísta, cronista, poeta e, de quebra, fundador do conto policial. E ao contrário da grave sentença ("Nunca mais!") que a ave profere ao final das 18 estrofes, o poema continua desafiando novos leitores, com seu rico jogo de rimas e ritmo alucinante. O último a se aventurar por O Corvo é Lou Reed, ex-líder do mítico Velvet Undergroud. The Raven, o disco, chegou às lojas dos Estados Unidos no início deste ano, saudado como a mais ambiciosa das recentes criações de Reed.Na origem do projeto, está o espetáculo POETry, de 2001, uma parceria para o teatro com Bob Wilson e sua companhia do Thalia Theater de Hamburgo, na Alemanha. Antes, os dois já haviam feito a ópera-rock Time Rocker, inspirada em A Máquina do Tempo, de H.G. Wells, que chegou a ser montada no Brasil.Em recente entrevista à Rolling Stone, Reed, também um bardo sombrio e vertigionoso, destaca a profunda afinidade que sente em relação a Poe e não hesita em compará-lo a mestres como Shakespeare. Para o disco, Reed cuidou de adaptar e, ocasionalmente, reescrever alguns versos de Poe. Adianta que será alvo de críticas. "Mas estou acostumado", diz Reed.O resultado são duas horas de rock, algumas baladas e muita declamação, com participações que vão do saxofonista Ornette Coleman ao camaleão David Bowie, passando pelo ator Willem Dafoe. A obra mereceu duas versões, uma integral, em disco duplo, outra editada em um único CD.Na entrevista à revista, Reed aproveita para comentar a influência que os Velvets ainda exerecem sobre novas bandas, como The Strokes. "Eu sempre soube que éramos a melhor coisa do mundo - aquela combinação de sons e personalidades. Eu tinha que me acostumar com a idéia de que ninguém mais pensava assim. Mas estou sempre à margem. Não recebo indicação ao Grammy, não estou nas paradas."Confira The Raven no site oficial de Lou Reed, no endereço www.loureed.com.

Agencia Estado,

26 de fevereiro de 2003 | 10h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.