PM vai processar cantora Tati ´Quebra-Barraco´

A cantora de funk Tati "Quebra-Barraco" será processada pela Polícia Militar do Estado do Rio. Na madrugada de segunda-feira, após ser encaminhada ao 21º Distrito Policial do Rio, em Bonsucesso, acusada de dirigir um Citröen Xsara Picasso sem a carteira de habilitação, a cantora teria dito à imprensa, na saída da delegacia, que "se eu quisesse ir embora, dava qualquer dez reais para eles (os PMs)". Em nota oficial, a PM chama de "ação covarde" as declarações de Tati. Segundo nota divulgada pela Polícia Militar, Tati foi abordada "de forma técnica" às 2h, saindo do Morro da Mangueira, na zona norte do Rio. Segundo a PM, como havia um grande número de passageiros no carro, os policiais desconfiaram e pararam o veículo. O caso será levado à assessoria jurídica da PM para que seja encaminhado à Procuradoria Geral do Estado, visando interpelação judicial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.