Platéia vaia Madonna por causa de atraso de 1h35

Público estimado em 55 mil pessoas, menor que o de domingo, se acalmou quando show começou

Letícia Rio Branco, especial para o Estado,

16 de dezembro de 2008 | 00h15

Madonna atrasou em 1h35 sua apresentação de segunda-feira, 15, no Maracanã e recebeu vaias e xingamentos da platéia. Mas depois que o show Sticky & Sweet começou os fãs se acalmaram. Sem o incômodo da chuva que caiu no domingo, o público, estimado em 55 mil pessoas e menor do que o da estréia, conseguiu aproveitar melhor o espetáculo.   Veja também: Vídeo do tombo de Madonna no palco do Maracanã está na web 'Súditos' não poupam esforços para ver Madonna Especial Madonna no Brasil  Tudo o que você precisa saber para ir aos shows  Galeria de fotos dos fãs à espera do show  Galeria de fotos do show    Animada e comunicativa, Madonna dançou mais do que no show de domingo e contagiou o público carioca. No domingo, por causa do piso escorregadio, ela caiu duas vezes no palco. Na última música, Give it To Me, a cantora voltou ao palco vestindo uma camisa do Brasil.   À tarde, no caminho para o estádio, três dos quatro carros que levavam Madonna bateram levemente um no outro. O incidente não causou maiores transtornos e o trajeto da artista até o local do show durou cerca de 16 minutos.   Madonna saiu do Hotel Copacabana Palace, onde está hospedada, às 15h57. O movimento ao redor do hotel aumentou assim que parou de chover. Alguns fãs tentavam conseguir uma imagem da cantora, mas ela não apareceu. Segundo um hóspede do hotel, Madonna está sempre de óculos escuros, anda olhando para baixo e prefere utilizar o elevador de serviço.   (Colaboraram Lauro Lisboa e Mônica Ciarelli)

Tudo o que sabemos sobre:
Madonna no Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.