Placebo mostra seu sexto disco, <i>Meds</i>, no Credicard Hall

Em turnê promovendo o seu sexto disco, Meds, lançado em meados do ano passado, o grupo inglês neoglam Placebo está de volta ao Brasil, onde tocou pela última vez em 2005. Esta noite é no Credicard Hall, em São Paulo. A banda é um curioso fenômeno na América do Sul: esse mesmo show vai a Santiago, Chile, com previsão de 32 mil pessoas no estádio San Carlos de Apoquindo, no sopé da Cordilheira dos Andes. Aqui, não bombou. Depois de SP, o show vai correr mundo, passando por lugares bacanas: Buenos Aires, Rússia, Polônia, Finlândia, Áustria, Macedônia, Itália, Alemanha. E ainda tem paradas em festivais de respeito, como Coachella, na Califórnia. Meds é um bom disco do Placebo. Lançado no Brasil pela EMI, traz convidados especiais (VV, ou Alison Mosshart, vocalista do The Kills, na faixa-título, e Michael Stipe, vocalista do R.E.M., em Broken Promise) e boas canções, como Follow the Cops Back Home, com guitarras e eletrônica. A voz do cantor e guitarrsita do Placebo, Brian Molko, é uma das mais originais do rock há uns 13 anos, um tom metálico, andrógino, um tanto melancólico. Suscita comparações com outros grupos de mesmo DNA, como The Cure e Depeche Mode. O visual de Molko também faz escola. Sempre tem uma pá de garotos com um olho só pintado com lápis preto nos shows, e sua platéia poderia perfeitamente ser transplantada para um show do Panic! at the Disco ou Fall out Boy. Molko fez uma ponta no filme Velvet Goldmine, interpretando 20th Century Boy, do T. Rex. O próprio Robert Smith, do Cure, já tocou com eles, assim como David Bowie. Molko é americano. O grupo tem ainda um sueco (Stefan Olsdal, baixista e tecladista) e um inglês (Steve Hewitt, baterista). Alguns fãs têm postado o set list do show de 19 canções na internet, o que facilita o roteiro para quem vai ao Credicard Hall nesta terça-feira. Eles vão por aqui: Infa-Red, Drag, Because I Want You, Space Monkey, Come Home, Follow The Cops Back Home, Every You Every Me, Post Blue, Special Needs, Song to say Goodbye, Blind, One of a Kind, 36 Degrees, Bitter End e 20 Years. No bis, vêm Meds, Running Up That Hill, Teenage Angst e Nancy Boy. Placebo. Credicard Hall (7.000 lugs.). Avenida das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, 6846-6010. Hoje, 21h30. R$ 80 a R$ 200

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.