Pirataria mundial de CDs cresce 25%

A pirataria na indústria fonográfica aumentou 25% em todo o mundo no ano 2000 e representou um prejuízo de US$ 4,2 bilhões. As informações foram divulgadas pela International Federation of the Phonographic Industry, dos Estados Unidos. De acordo com a instituição, o números de CDs piratas vendidos aumentou de 510 milhões em 1999 para 640 milhões em 2000. Entre os países que mais preocupam a organização, estão a China, a Rússia, a Itália, o México e o Brasil. Países do sudeste asiático e da Europa Oriental são os principais fabricantes de CDs piratas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.