Piloto da aeronave de Aaliyah tinha usado cocaína

O piloto que comandava o avião que caiu em agosto do ano passado nas Bahamas, matando a cantora norte-americana Aaliyah e outras sete pessoas, tinha cocaína e álcool quando o avião bateu. A notícia foi divulgada nesta terça-feira pelo departamento de aviação das Bahamas baseada na autópsia do piloto, que constatou as substancias no estômago do piloto, Luis Antonio Morales III, de 30 anos. Duas semanas antes do acidente, Morales foi preso por posse de cocaína, e não estava autorizado a pilotar. Aaliyah tinha ido para as Bahamas gravar o clipe da música Rock The Boat, do terceiro álbum da cantora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.