Reprodução/EFE
Reprodução/EFE

Piano em que Paul McCartney compôs 'Yesterday' é vendido por 126 mil libras

Instrumento tocado pelo ex-beatle foi leiloado em Londres nesta quinta-feira

EFE,

15 Abril 2011 | 09h38

LONDRES - O piano no qual o ex-beatle Paul McCartney compôs Yesterday, uma das músicas mais emblemáticas da história, foi vendido nesta quinta-feira, 14, em um leilão em Londres por 126 mil libras (R$ 325.790).

 

O piano, um Eavestaff de estilo art deco adquirido em 1926 pela família da cantora britânica Alma Cogan, tinha lance inicial de 125 mil libras no leilão organizado pela Fame Bureau.

 

O instrumento, que também foi tocado por Sammy Davis Jr. e Mick Jagger durante a década de 1960, ficava na casa de Cogan no bairro londrino de Kensington.

 

Na época, a residência era bastante conhecida pelas reuniões culturais e festas que eram realizadas no local.

 

Segundo o relato do próprio Paul, o músico foi à mansão após sonhar em uma noite de 1964 com a melodia que acabaria convertendo-se em Yesterday.

 

Na casa de Cogan, o ex-beatle interpretou pela primeira vez a canção com a intenção de que sua amiga confirmasse que se tratava de uma melodia original, já que temia que tivesse sonhado com uma música já conhecida.

 

"Levei algum tempo para me certificar que (a canção) não pertencia a ninguém, e finalmente a reivindiquei como minha. Em princípio não sabia que letra colocar", explicou o músico britânico em sua biografia Paul McCartney - Many Years From Now".

 

Yesterday foi lançada pelos Beatles em 1965 como parte do álbum Help.

Mais conteúdo sobre:
Paul McCartney Yesterday

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.