Phil Spector: tiro em atriz de filme B

A polícia acredita que o produtor Phil Spector assassinou uma atriz de filmes B no hall de sua casa horas depois de conhecê-la num clube de blues em Los Angeles, onde ela trabalhava como hostess. Excêntrico recluso que gostava de manusear armas de fogo, Spector teria matado Lana Clarkson com um único tiro depois de eles chegarem a sua casa, uma réplica de castelo no subúrbio de Los Angeles, na madrugada da segunda, vindos do clube House of Blues. O corpo de Clarkson, uma loira alta que era fã de Marilyn Monroe e foi estrela de filmes B, foi encontrado numa poça de sangue no hall. A polícia foi chamada às 5h, quando o motorista de Spector, depois de levar o casal do clube até a residência, ouviu som de tiros. Preso, Spector pagou fiança de US$ 1 milhão e foi libertado. Aos 62 anos, ele foi produtor de discos de Tina Turner, Eric Clapton, Ramones, e de Let it be, dos Beatles.A carreira de 40 anos de produtor de PhilSpector corre o risco de ser esquecida a partir deste crime, que marca o triste fim de uma lendária carreira na Música. Spector ficou milionário aos 21 anos e lançou inúmeros grupos. Mas ele também sempre foi conhecido por ter um comportamento "perto do psicopático" e por carregar uma arma.Nascido no Bronx em 1940, Spector foi criado na Califórniadepois do suicídio de seu pai, aos 12 anos. Ele se envolveu commúsica na adolescência e, aos 20 anos, já tinha formado duasbandas diferentes e emplacado hits como Spanish Harlem eCorinna, Corinna. Em 1962, começou a formatar a técnica desobreposição musical que ficaria conhecida como Wall of Sound(parede sonora). A lista de sucessos que se seguiram é imensa.Em 1966, ele já havia criado vários inimigos na indústria, masacabou se envolvendo com o casal mais problemático da música,Ike e Tina Turner. Ele convidou apenas a cantora para gravar suamais ambiciosa produção, River Deep, Mountain High, queacabou gerando mais dores-de-cabeça do que dinheiro. Aexperiência detonou uma crise no produtor, que passou os anosseguintes recluso em sua mansão em Hollywood, onde abusavaconstantemente de sua mulher, Ronnie Spector, do grupo TheRonettes. Segundo ela, Spector ameaçou matá-la várias vezes.Em 1969, ele foi convidado por John Lennon para finalizar odisco Let It Be, que foi concluído depois da separação dogrupo. Ironicamente, o álbum vai ser agora relançado seminterferências de Spector, que adicionou orquestras e solos deguitarras à produção original, que ele considerou pobre. Orelacionamento com os Beatles azedou depois que ele tambéminterferiu em trabalhos-solos de Lennon (Spector co-produziuImagine e teria soltado tiros dentro do estúdio) e GeorgeHarrison.Em 1980, ele foi convidado para produzir o disco End of theCentury dos Ramones - o que virou uma experiência traumáticapara a banda punk. De acordo com os músicos, o produtor eraobcecado com seu revólver e não deixava ninguém deixar o estúdiopor até dois dias. Segundo a lenda da indústria da música,Spector sempre estava armado. Quando foi homenageado pelo Rockand Roll Hall of Fame, em 1989, ele subiu ao palco com trêsseguranças que mantinham uma das mãos no bolso, com os dedos nogatilho.Sua última tentativa de sucesso foi durante os anos 90, quandoresolveu produzir Céline Dion - outro projeto traumático. Eleabandonou o trabalho no meio reclamando da interferência dosassessores da diva: "Você não diz a Shakespeare como escreveruma peça", disse ele. Nos últimos tempos, continuou recluso e,em sua primeira entrevista em 25 anos (concedida ao jornalinglês Daily Telegraph dias antes do assassinato), revelouque estava se medicando contra a esquizofrenia e que sofria debipolaridade.O julgamento promete: o produtor contratou os serviços de RobertShapiro, que defendeu O.J. Simpson, e o trabalho de sujar areputação de Clarkson já começou. Como resultado de um esquemade relações públicas similar ao realizado com Nicole Simpson, aatriz vem sendo retratada na imprensa americana como umapossível drogada que trabalhava em um clube de blues da SunsetBoulevard. Seu corpo passou por testes de drogas e é bempossível que Shapiro consiga fazer da vítima a verdadeira vilãda história. Assim como fez com Simpson, pode ser que eleconsiga absolver Spector. Mas a carreira do produtor estádefinitivamente encerrada. O sonho realmente acabou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.