Phil Spector poderá fazer 'jam sessions' na prisão, diz jornal

Produtor americano, que trabalhou com Tina Turner e Beatles, foi condenado por assassinar Lana Clarkson

Efe,

24 de junho de 2009 | 15h37

O lendário produtor musical Phil Spector, condenado a 19 anos de prisão por assassinato, poderá participar de "jam sessions" com seus colegas detentos na prisão californiana onde está, informou nesta quarta-feira, 24, a edição digital do jornal "Los Angeles Times".

 

Spector, famoso por produzir grandes nomes do mundo musical como Tina Turner e os Beatles, foi levado na segunda-feira ao centro penitenciário estatal de Corcoran.

 

Porta-vozes da prisão confirmaram que o produtor poderá ter instrumentos musicais em sua cela e participar de "jam sessions" organizadas por outros prisioneiros no pátio.

 

O produtor, de 69 anos, foi condenado pelo assassinato da atriz Lana Clarkson há seis anos, após um segundo julgamento que terminou em abril. Segundo um tribunal californiano, Spector matou Clarkson com um tiro na boca no dia 3 de fevereiro de 2003, horas depois de os dois deixarem o clube noturno onde ela trabalhava.

 

O primeiro julgamento foi cancelado em 2007 devido à impossibilidade dos membros do júri de chegarem a um acordo sobre o veredicto.

 

Spector sempre alegou inocência e seus advogados afirmaram que a mulher se matou na casa do produtor, deprimida por não conseguir sucesso profissional e por estar com problemas financeiros.

 

No entanto, várias mulheres que testemunharam durante o julgamento acusaram Spector de amedrontá-las e torturá-las com suas armas de fogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.